sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Bloco de Esquerda: instantes de campanha...

Cacilhas (Rua Cândido dos Reis)
Cacilhas (Largo Alfredo Dinis)
Cova da Piedade
Cova da Piedade
Feijó (Bairro do Chegadinho)
Feijó (Pingo Doce)
Veja as foto reportagens no blogue:

10 comentários:

Observador disse...

Sugiro que consigam um sistema que dê para ouvir o que os munícipes dizem depois de lerem o que lhes foi facultado.

Bom fim de semana.

Anónimo disse...

É disto que eles (leia-se CDU - melhor dizendo PCP) têm medo...

"Cambada de ignorantes", escreveu aqui um anónimo (não será o desaparecido Curioso?), mas ignorante acaba por ser ele e todos os que pensam da mesma forma sectária (tem mesmo cheiro a comunismo retrógrado).

A força do BE está a incomodar muita gente, em particular os ditadorzecos do PCP de Almada.

Em 11 de Outubro vota PS ou Bloco de Esquerda. Pôr fim à maioria absoluta da CDU em Almada não é suficiente pois coligar-se-iam com o PSD. Coloquem-nos na oposição que é o lugar onde devem estar.

Paula Cunha

Liberdade disse...

Hoje li na imprensa online algumas declarações da candidata do BE e parece-me que ou é ingénua ou está a cair num imenso erro de análise.

O BE centra a sua campanha na ideia de que a gestão local mudará com a eleição da sua vereadora. Ora, toda a gente sabe que isso não chega para mudar nada. Porque a CDU jamais dará ouvidos e se aliará ao BE.

O seu aliado preferêncial e dócil está logo ali à mão e chama-se PSD. Que não protesta nem reivindica, apenas colabora e consente.

Neste cenário a vereadora do BE será apenas mais uma voz a pregar no deserto, a juntar às do PS.

Diferente é se a CDU perder a Câmara. Nesse cenário, com o PS-Paulo Pedroso presidente, então a vereadora do BE, BEM COMO TODOS OS OUTROS, passarão a ser ouvidos e as suas opiniões levadas em consideração. Quem sabe até participar activamente na gestão municipal.

É por isso que continuamos a dizer que para mudar Almada é preciso concentrar votos no PS-Paulo Pedroso.

A vitória não se faz por menos e Almada merece mais.

Analista disse...

Com todo o respeito que a candidata Helena Oliveira merece, tenho que dizer que me parece andar fora de contexto.

Temos todos que perceber que a eventual eleição de um vereador do BE para a CMA, sendo positiva, não chega para derrotar a CDU.

E é por aí que temos que ir.
Sob o risco de dia 12 chorarmos sobre leite derramado.

emilia dá a volta à helena oliveira em dois minutos disse...

Esse curioso não será o chuleco do Maia. Esse maia aparece num folheto, entre milhares que a CDU anda a distribuir pago com o nosso. Nesse folheto o metalurgico Maia que nunca trabalhou na ferrugem vem dizer que os governos deram cabo da industria naval. Quem deu cabo foram os chulecos de alguns trabalhadores ditos comunas,que andavam na politica para não trabalharem,e que mais tarde vieram trabalhar para a Cãmara de Almada.ex. Maia, carreiras um tal Joaquim Marreiros é tanto comunista como o Salazar o era. Vamos vencer estes parasitas vota PS.

Minda disse...

Observador:

Não será possível em todos os casos, mas nós temos por hábito ouvir o que as pessoas têm para nos dizer antes e depois de saberem as nossas propostas.

**

Minda disse...

Paula:

O BE tem vindo a crescer. Em Almada, como a nível nacional. E por alguma razão é... as pessoas confiam em nós!

E essa confiança crescente, assusta quem está no poder pois vê a sua influência a diminuir. E falo do caso de Almada onde a CDU tem vindo a perder eleitores.

Claro que isso os deixa nervosos. Partilhar o poder é coisa de que não gostam mas até alianças com o diabo fariam só para o manter. Agora o que pode estar em causa é mesmo o vencer as eleições... por isso tremem.

Minda disse...

Liberdade:

Já aqui expliquei qual é a minha posição: para mim, o lugar da CDU é na oposição... já governaram demasiado tempo e as sucessivas maiorias absolutas transformaram o PCP num partido que tem algumas práticas piores que muitos partidos de direita.

Minda disse...

Analista:

Esperemos que os eleitores percebam o que está, efectivamente, em jogo no próximo dia 11 e não se abstenham pois é importante que Almada renasça.

E um vereador do BE fará sempre a diferença, mas concordo consigo quanto à diferença em sê-lo numa maioria CDU que acabará por, "fatal como o destino" ser absoluta com a conivência do PSD, ou numa maioria (não absoluta) do PS.

Minda disse...

Emília:

Será mesmo preciso usar essa linguagem para se expressar?
Percebo onde quer chegar mas evite usar esses termos, ok?
E dia 11 vamos votar PS e BE, para mudar Almada.

Related Posts with Thumbnails