quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Ainda as autárquicas: alguns números para reflectir!








Clique nas imagens para aumentar.

12 comentários:

Observador disse...

Então a D. Emília diz que perdeu a maioria absoluta por causa do MRPP e do símbolo que terá levado muitos eleitoras ao engano.

Ridícula!

Se a sua máquina soubesse fazer contas verificaria que mesmo que somassem os votos todos do MRPP aos da CDU, o resultado era igual.
Ou seja, a maioria absoluta ia-se...

Começa bem!!!

Minda disse...

Observador:

Convém menorizar a vitória do Bloco de Esquerda, não percebes? Métodos políticos de baixo nível...

Julga ela que, ao fazer aquelas declarações, deixa a opinião pública a pensar que a vereadora do BE chegou ao lugar não por mérito mas por engano, desmoralizando Helena Oliveira.

Mas está muito enganada...

Al-Ma'dan disse...

MES continua igualzinha a si própria: autocrática, arrogante e a pensar que a inteligência humana foi toda direitinha para si e que os outros são todos uma cambada de estúpidos e andam cá só para ver os carros eléctricos!
O problema é que em vinte e alguns anos ainda não apareceu na oposição ninguém que tivesse a coragem de lhe fazer frente.
Quando esse dia chegar, bem que a MES pode passar por maus bocados. Espero que os deputados do BE lhe tornem a vida difícil.

Observador,
Você disse que José Gonçalves tem carisma mas um tipo de carisma bem diferente do de MES.
Eu só falo do que conheço: conheci o Sr. José Gonçalves pessoalmente há uns 7 anos, tendo privado com ele durante não mais de uma hora, e a impressão com que fiquei não foi a melhor: versão de MES no masculino e mais jovem, quanto ao resto, a cabeça e o tipo de argumentos e raciocínos pareceram-me exactamente iguais, i.e., o mesmo universo mental.
No tocante ao carisma, não sei, também MES é o que todos sabemos mas carisma não lhe falta.

Minda disse...

Al-Ma'dan:

Tem toda a razão quando diz que até hoje não apareceu ninguém na oposição com coragem de fazer frente ao poder absoluto da MES.

Espero que daqui para a frente o BE saiba fazer a diferença.

Carlos Pinto disse...

Olá Minda,

Os resultados de Almada, apesar da ligeira subida do BE lhe ter permitido eleger Helena Oliveira, revelam antes de mais uma grande estabilidade e rigidez do voto nas eleições locais. É preciso considerar que em 2005 o CDS não teve candidatura à CMA. Com a alteração de protagonistas veremos como se comportará o eleitorado em 2013.
De resto não espero nada de novo na política municipal em Almada.

Aqui na minha terra as coisas também não vão mudar, Fernando Seara reforçou a votação e manteve a maioria absoluta com 6 vereadores, o PS elegeu os mesmos 4que já tinha e a CDU manteve o seu único vereador.
Aqui o facto mais significativo foi o BE ter falhado a eleição de André Beja, ter perdido votos e ainda reduzir a sua representação na Assembleia Municipal.
Também a CDU perdeu votos e deputados municipais.

Aqui houve uma tendência para a bi-polarização entre o PS e a coligação Mais Sintra.

A maioria absoluta aqui não limita a actuação dos vereadores "derrotados" uma vez que serão novamente convidados para partilhar o poder e assumir pelouros.

Aqui em Sintra há uma democracia local mais ampla e participada do que em Almada.

Está-se bem em Sintra...

Anónimo disse...

Dou os meus parabéns ao bloco de esquerda, por finalmente ter eleito um vereador, mas ao mesmo tempo preocupa-me, porque a CDU, se efectuar acordos com a restante oposição, quer na AM quer na CM, tudo volta ao mesmo. Tenho muito receio do PSD, conforme é seu hábito, como no caso da JF Costa Caparica,dar a maioria à CDU. Estamos cá para ver....e lutar contra o "regime" implantado no concelho de almada.

Minda disse...

Carlos:

Também eu já nada de novo espero na política autárquica m Almada, sobretudo nos próximos quatro anos.

Não me apercebi dos resultados do BE em Sintra. E se assim aconteceu (descida e votos) foi mau. Mas a luta continua e há que "juntar forças" para ir em frente.

Minda disse...

Anónimo:

Estou em crer que a CDU irá convidar o Pedroso de Almeida para integrar o executivo fazendo um acordo com o PSD para que este viabilize as propostas da CMA na Assembleia Municipal.

Um exemplo deste tipo já existe existe em Cacilhas há dois mandatos consecutivos.

A CDU não sabe governar sem maioria absoluta. Tem mais jeito para... pensm o que quiserem.

Anónimo disse...

DE encontro ao que disse, suscitou-me uma dúvida. A MES pode e deve convitar o PS, PSD e o BE para a vereacção atribuindo a todos pelouros? uma vez que tem maioria relativa quer na CM quer na AMA.-

Minda disse...

Anónimo:

Numa verdadeira democracia, atribuir pelouros a toda a oposição parece-me uma medida inteligente de estratégia política. É, aliás, uma forma acertada de responsabilizar os opositores, como acontece em Sintra, por exemplo.

O mesmo já não penso em relação às “democracias de fachada”. Ou seja, aquelas em que os autarcas apenas sabem governar com poder absoluto e só atribuem pelouros a um parceiro da oposição para garantir uma maioria absoluta no órgão deliberativo porque, afinal, são prepotentes e não sabem dialogar.

Sou, por princípio, contra as maiorias absolutas... mas mais ainda, contra aqueles que não as querem nos outros mas acham-nas benéficas se forem as suas (caso do PCP que condenou a do PS na anterior legislatura mas que defende, “com unhas e dentes”, a hegemonia absoluta do seu partido em Almada).

Igualmente merecem o meu repúdio, as coligações pós eleitorais, feitas através de acordos de bastidores, nas costas dos eleitores, depois de eles terem dado o seu voto aos partidos individualmente e não em parceria. São acordadas, quase sempre, apenas para assegurar as maiorias absolutas que quem está no poder não conseguiu manter e não por o vencedor acreditar nas virtualidades da democracia participativa pois o “partido muleta” raramente consegue colher louros do seu trabalho (ele é sempre do colectivo) e se comete algum deslize acaba por ter de assumir, sozinho, a responsabilidade do acto. São, pois, relações desequilibradas, onde há um partido que domina e outro que se subjuga, num jogo em que predomina, na minha opinião, uma grande falta de ética política.

Bruno Pereira disse...

Gosto muito de ler o seu blog mas não vejo nenhuma noticia de analise dos resultados na freguesia de Cacilhas. Acho que e importante fazer uma analise desses resultados que foram muito curiosos.

Minda disse...

Bruno Pereira:

No meu outro blogue «Fazer Melhor por Cacilhas» coloquei um mapa com os resultados nesta freguesia.
Mas, tem razão. Falta fazer uma análise global.
No entanto ainda não é hoje que o farei. Contudo, assim que tiver ooportunidade debruçar-me-ei sobre o assunto.

Related Posts with Thumbnails