sábado, 16 de maio de 2009

Comércio Local: em Almada, a revolta continua!








Estas mais imagens, ainda da Av.ª D. Afonso Henriques... para que vejam a dimensão do protesto dos comerciantes de Almada. Poucos devem ser os estabelecimentos que não têm afixado o cartaz da Associação respectiva... outros há que acrescentam mais alguns de sua lavra, como os dois primeiros desta colecção.
Independentemente das razões que assistem aos comerciantes, este é um caso para se pensar, a sério, no que está a acontecer ao centro da cidade. É tempo de reflectir, com seriedade, nas políticas autárquicas de apoio ao comércio local... um finge que é (para a propaganda) mas, afinal, não é!

10 comentários:

Observador disse...

Há um termo que os portugueses em geral abominam: prevenção.

Antes de se executar uma obra, há que ver os prós e os contras, as vantagens e os inconvenientes do que quer que seja.

Percebe-se que estou claramente a referir-me a gente normal. Com atitudes decentes.

O caso de Almada é tipicamente um dos que as coisas se fazem (ou não) consoante as conveniências, os apetites, os compromissos da dona Emília e seus acompanhantes.

Além de que a senhora é teimosa, prepotente, incapaz de aceitar uma crítica.

Os comerciantes devem, imediatamente, cortar o cordão umbelical com a Associação que os representa (representa mesmo?).
Pelo menos enquanto lá estiver o actual presidente.

São necessárias medidas de força por parte dos comerciantes.

Ogre disse...

É só para lembrar:http://blogue-do-ogre.blogspot.com/2009/05/comemoracoes-dos-50-anos-do-cristo-rei.html , dos quais 150 mil foram dados pela câmara. O Salazar e o Cerejeira agradecem.

Troll disse...

Eles que aguentem, agora com a visita da Nossa Senhora, vai ser fazer negócio à farta.

francisco disse...

É neste PCP que os camaradas em Almada vão votar?

Curisoso ... disse...

E quais são as medidas de apoio ao comércio local, D. Ermelinda? No concreto, quais são elas? Mais do que já é feito pela CM Almada?

A única medida que o dito comércio local reivindica é que voltem a dar carros à cidade! É inacreditável como D. Ermelinda não vê isto! A única coisa que estes senhores (os que lançaram esta vergonhosa campanha) querem é que os carros voltem a circular livremente no centro de Almada. Estão convencidos que as dificuldades por que passam se devem ao facto de não poder haver carros no centro de Almada, coitados! Vistas largas, pelos vistos ... E pelos vistos, D. Ermelinda até acha que eles têm (pelo menos uma certa) razão!

Mas o que me espanta, ao contrário, é tanto apoio da CM Almada ao comércio local, sinceramente! O comércio local é exclusivamente privado, mas hoje tive acesso a um documento da CM Almada que garante que apoiou iniciativas da sua Associação em mais de 500 mil euros! São cem mil contos na moeda antiga, caramba! É muito dinheiro!

Que outro apoio precisa o comércio local da parte da CM Almada? Então afinal a quem compete apoiar a inicitiva privada? Às Câmaras Municipais? Em especial à CM Almada?

E a crise tão badalada? É estranho, muito estranho! Todos os dias ouvimos notícias de novos (aos milhares) desempregados. Cada vez são mais aqueles que não têm capacidade para assumir os seus compromissos básicos. Fecham lojas, fábricas, empresas em todo o país. A culpa é da crise? Sim, mas não em todo o lado. Em Almada a culpa é da CM Almada e do MST!

Já chega de demagogia, caros senhores e senhoras. A política, e a actividade política, tem que ser digna. Caso contrário, darão razão aos que são contra a política, e com essa posiçaõ são a favor da ditadura!

Esta campanha dos comerciantes de Almada é uma vergonha. É de um oportunismo absolutamente inqualificável.

Mesmo assim, D. Ermelinda, sempre tão preocupada com os direitos dos trabalhadores (e presumo que das pessoas em geral, também) dá-lhe eco e cobertura. Porquê? Porque acha que isso pode dar-lhe dividendos políticos contra esta maioria da Câmara Municipal? É isso, D. Ermelinda? Uma oportunidade para dizer mal desta maioria?

Claro, vai dizendo que muito mais haverá para dizer sobre esta iniciativa. Só que não diz! Sintomaticamente, não diz.

Minda disse...

Observador:

Tens toda a razão. Prevenção é algo a que muitos portugueses são alérgicos.

São precisas, é verdade, medidas de força, como dizes... mas é, também, preciso algo que tem falhado: união e trabalho de equipa. Uma coisa de que os comerciantes têm andado um pouco arredados...

Minda disse...

Ogre:

Ai tanto dinheirinho mal gasto. Opções...

Minda disse...

Troll:

Negócio à farta farão, com certeza, aqueles a quem a CMA adjudicou os serviços de logística da organização deste evento...

Minda disse...

Francisco:

É neste PCP que muitos almadenses têm, de facto, votado.

Espero que comecem a abrir os olhos...

Minda disse...

Curioso:

Voltou e trouxe o estilo inicial. Arrogante e inquisitório...
Merece resposta? Quando resolver apresentar as ideias que tanto defende, sem tiques de prepotência...

Related Posts with Thumbnails