quinta-feira, 14 de maio de 2009

Mas que Cacilhas é esta, afinal?

Na propaganda autárquica, esta é uma terra magnífica, com o futuro ao virar da esquina, a um metro das compras, da cultura, do comércio, enfim... Poderá até sê-lo, em muitos aspectos, nomeadamente paisagísticos (não podemos esquecer que esta freguesia tem os mais belos miradouros sobre Lisboa e o estuário do Tejo). Mas em termos de qualidade urbanística, deixa muito a desejar.
E não vos falo das casas degradadas, que são muitas... basta estarmos atentos aos pequenos pormenores no espaço canal do MST e daquela que, supostamente, terá sido uma requalificação de excelência... isto se quisermos acreditar nas notícias inseridas no Boletim Municipal e na publicidade institucional pelos diversos órgãos de comunicação social (até na televisão).


Desde separadores metálicos derrubados, alguns já inexistentes, aos passeios esburacados...

Das floreiras onde as flores foram substituídas por beatas de cigarro e papéis e às papeleiras já sem tampa e cheias de lixo...


Às caixas de electricidade degradadas, presas por arrames... enfim. Parece que estamos numa qualquer cidade do terceiro mundo, de gente sem brio (onde residentes e governantes não sabem cuidar do espaço público)... que bela imagem esta para quem quer apostar no turismo!

10 comentários:

EMALMADA disse...

É fundamental que mais pessoas falem do mesmo, porque é preciso rotular as coisas pelos nomes correctos sem hesitação e sem tentar desculpar a CMA pelas responsabilidades que tem no actual estado de degradação do concelho.

Anónimo disse...

Esta é a Cacilhas que alguém apelidou de "desafio apaixonante" ou coisa que o valha.
Mas como todas as paixões, feneceu!
E em vez de dar lugar a um outro desafio mais sereno, mais firme... teve entrada de leão e vai ter saída de sendeiro.
Mas não se diz que cada povo tem o que merece?... pois se calhar não merecemos mais!
Mas a verdade é somos assediados todos os dias por convites à abstenção, como convém aos 20% que nos gerem actualmente. Claro que esses convites à abstenção vêm encapotados de muita indignação, de muita revolta.
Grandes artistas... estes comunas!

Observador disse...

E se o mal estivesse apenas em Cacilhas!?!?!?

Mas, como de Cacilhas fala o "post", vamos a isto.

Quando se idealizaram as obras, tudo era bonito, a roçar o perfeito, a negligência era palavra proibida.
Era, disse bem.

Tudo o que indicas, Minda, não é nada que não fosse esperado.

Há uma parte de culpa dos munícipes/cidadãos que em nada contribuem para manter em bom estado o que há de bom.
Mas, para além desses, há outros culpados e com maiores doses de culpa.
O dono da obra (MTS) e a Câmara Municipal de Almada.

Está bom de ver que esta gente quer, quando saír do poleiro (oxalá que não demore) quer deixar alguma coisa feita mas com "rabos" para que "quem vier que feche a porta".

Não é admissível que uma obra com meia dúzia de meses de vida, esteja doente. E sem perspectivas de cura.

Anónimo disse...

Só discordo num pequeno (mas enorme)aspecto. Não concordo com a observação de que Cacilhas tem os mais belos miradouros sobre Lisboa, são belos sem dúvida, admiro-os desde que me lembro de mim próprio mas, justiça seja feita, tem dos mais belos sobre Lisboa e do mundo conhecido....Almada e o Pragal também foram prendados pela mãe Natureza por belos miradouros ou miradoiros,....como quiserem.... , para não falar das outras freguesias até à foz do rio Tejo, de resto de acordo, acrescentoo espaço público é de todos... não é só da CMA...embora a responsabilidades do executivo seja maior, a não ser pela simples razão dos impostos directos que pagamos para tal....

Luís Neto

Minda disse...

EmAlmada:

Concordo consigo. Se nos calarmos somos coniventes e damos legitimidade a quem não a merece. Há que denunciar estas situações, sim.

Minda disse...

Anónimo de 14-5 das 14:53

Mas Cacilhas continua a ser um "desafio apaixonante" se a quisermos de facto recuperar porque as potencialidades são imensas...
Mas os interesses por detrás da actual gestão autárquica é que são menos claros e transparentes. por isso, a degradação está à vista.
O povo tem, de facto, aquilo que merece, dizem... pena é que as consequências dos actos de uns acabem por recair sobre todos.

Minda disse...

Observador:

Infelizmente eu sei que este mal não está só em Cacilhas. Mas falo deste porque é onde resido.

E o que aqui mostro é uma ínfima parte do que se passa nesta freguesia e já por aqui tenho denunciado. Mas há mais, muito mais...

E concordo contigo: não faz sentido que uma obra recente padeça já de uma doença terminal.

**

Minda disse...

Luís Neto:

Dou-lhe razão. Em Almada, noutras freguesias, existem outros excelentes lugares de observação paisagística como sejam o Pragal (que falou) ou a Trafaria (terra onde nasci).

Aliás, admira-me que um concelho com uma potencialidade destas única no país tenha na sua frente ribeirinha as freguesias mais degradadas (Cacilhas e Trafaria), o que denota uma grande falata de visão estratégica em termos turísticos.

Anónimo disse...

O blogue Emalmada tem um post recente sobre a turistica Costa da Caparica.

Minda disse...

Anónimo de 15-05, das 12:43

Obrigada pela informação. Lá irei ver.

Related Posts with Thumbnails