sábado, 1 de agosto de 2009

Viu-se vermelho para cá chegar...

Recordo-me dele verde. Eu e todos quantos o têm na memória... Mas após a longa ausência (cerca de três décadas, se não estou em erro) voltou à sua origem travestido. Tantas terão sido as dificuldades encontradas no caminho... Passou a ser, convenientemente vermelho! Coincidência? Acho que não!

Como desafio, proponho-vos que tentem imaginar quais terão sido as razões para a Câmara Municipal de Almada mudar a cor do emblemático Farol de Cacilhas (verde) para a do partido que está no poder autárquico (vermelho).

31 comentários:

Curioso ... disse...

Deve ser das férias! D. Ermelinda anda distraída. Aconselho-a a ler o esclarecimento do próprio Gabinete do Chefe de Estado Maior da Armada sobre a questão do vermelho do farol de Cacilhas (veio, com grande destaque, em vários jornais durante o mês de Julho ...) antes de insinuar os disparates que tanto gosta de insinuar.

Depois, D. Ermelinda, por muito que lhe custe, a maioria na CM Almada é da CDU. E a cor dominante da CDU é o azul!!!

Anónimo disse...

CDU (PCP), 5 anos de coisas boas, 30 de oportunidades perdidas impedem visão estratégica para a cidade. Estão gastos, reconheçam...

A. Matos disse...

Regulamentos internacionais determinam de forma clara as cores dos farois: Vermelhos, podendo em casos especiais ser brancos ou, poucos, vermelhos e brancos. Em todos o País são estas as cores. O próprio Farol de Cacilhas durante a maior parte do período em que funcionou foi vermelho, desde final do século XIX até meados(?!) do século XX. Não há registos históricos porque é que nos últimos anos, em Cacilhas, apresentou a cor verde.(em jovem, quando diariamente atravessva o Tejo, também me recordo do verde que ostententava) Nos Açores, para onde foi depois de ser desmontado em Cacilhas, e onde funcionou até há poucos anos, esteve pintado de branco. Agora, em Cacilhas, foi a Marinha que determinou a cor que actualmente apresenta, tendo sido amplamente explicadas explicadas as razões, pela Autoridade Nacional de Farois.
António Matos

Anónimo disse...

Coisas boas de comunistas na CMA?
Ah, Ah, Ah...

eles andam aí... de mansinho a observar, a controlar, a vigiar tudo!

Anónimo disse...

Por acaso a cor do Bloco de Esquerda também é vermelho. Como a cor dos simbolos do PS. Coincidencia?
Talvez não...

Observador disse...

Não brinquem com coisas sérias.

Quem conhece muito de registos históricos - e aqui já li alguns - sabe perfeitamente que o farol sempre foi verde.
Não vale a pena discutir sobre o assunto.

Já agora, a cor actual do mesmo (agora monumento), pode ser justificada pelo facto de não exercer as funções que o obrigariam a ser verde ou vermelho.

Se os regulamentos internacionais determinavam, naquela altura, a cor vermelha, o que justificou o facto deste farol ter sido verde durante tantos e tantos anos?

E não foi, ao contrário do que se afirma, a Marinha a determinar a cor.

Anónimo disse...

Coisas sérias? Com a crise que se vive no mundo inteiro, o aumento do desemprego em Portugal, o aumento do deficit provocado por este (des)governo, a Gripe A, a cor de uma porcaria de farol que está ali só para ilustrar, será uma coisa séria? Será este um assunto sério, com tantas fabricas a fechar, com o nosso arsenal do alfeite em perigo?
Deixem-me rir. Isto é politica á maneira do Império Romano. Pão e Circo para entreter o povo.

Curioso ... disse...

Sou tentado a sublinhar a pergunta inicial do último anónimo: coisas sérias?????? A cor de um farol?????

Mas, caro anóninmo, este blog está cheio de "coisas sérias" desta natureza! Cheio!!!!

Aliás, para D. Ermelinda e seu "gramofone" (i.e. Observador) as coisas sérias da vida são estas mesmo.

Então o vermelho não é cor? Ou é uma cor que deve ser "proscrita"? Porquê esta atuarda contra a cor do farol, D. Ermelinda? O que a move, de facto? Já alguém aqui disse que a cor dominante do Bloco de Esquerda (o seu partido) é o vermelho. Do PS também. Por isso não deve ser o vermelho em si que a move. Então o que é que a move contra "este" vermelho do farol de Cacilhas? Será só a vontade (necessidade?) de dizer mal de alguém, neste caso da autarquia almadense? Será? Cá por mim, acho que é isso mesmo!

E mais. Mesmo depois do António Matos ter aqui esclarecido esta questão, e eu próprio ter sugerido que se lesse a posição assumida pelo Gabinete do Chefe de Estado Maior da Armada, vem o "mais papista que o Papa" Observador dizer que não senhor, ele é que sabe, nem vale a pena discutir, porque o farol sempre foi verde e ponto final.

Bom, não entro nesta discussão. Não me interessa. O que me interessa é que o farol de Cacilhas, elemento tradicional daquele espaço, regressou ao seu "poiso" inicial. E regressou porque a autarquia local - a CM Almada, pois claro! - criou as condições para que tal acontecesse! Não regressou por obra e arte do acaso. E muito menos, muito menos mesmo, regressou por qualquer intervenção de D. Ermelinda e seu "gramofone" Observador!

E mais. Regressou para qualificar o espaço, criando um agradável (mais um, direi eu) espaço de lazer para os almadenses. Repondo um elemento histórico importante para todos quantos amam Almada. Isso sim, é importante. A cor, bolas, a cor é como o outro ... ou não será?

Mas D. Ermelinda aí está (e aí estará!) para sobrepondo as "coisas sérias" à vida, aqui continuar com estas torpes intervenções.

E termino pegando de novo em algo que o anónimo que me antecede diz. No momento em que o Arsenal do Alfeite é alvo de um ataque monstruoso por parte do actual Governo, a D. Ermelinda aproveita para tentar dividir o pessoal com o post sobre o mail do Presidente da Assembleia Municipal que divulga a declarção política de um Deputado da República relativamente a este problema. Esteja descansada, D. Ermelinda. O povo trabalhador do Arsenal do Alfeite conhece muito bem as pessoas da sua laia. E não vai em cantigas. Disso pode ter a certeza absoluta!

Observador disse...

Caríssimo anónimo de 2 de Agosto de 2009, 12:27:

Tem razão.
O "problema" farol comparado com as coisas verdadeiramente sérias deste País é uma brincadeira (permita o exagero).

Concordo consigo, sem qualquer problema.

Cumprimentos

Curioso ... disse...

Um "acto de contrição" do Observador! Louvável, mas curto.

O que está dito fica dito, a menos que nos retratemos. Coisa de que o Observador, mesmo perante a total falta de razão, não é capaz. O Observador acha que o "problema" farol não é uma coisa "séria". Pelo menos agora acha isso, no primeiro comentário não achava. Mas que disse o que disse está registado, e neste "acto de contrição" não altera nada de substancial daquilo que disse antes.

Pelo que sou levado a concluir que continua a pensar o mesmo, o que reforça o que antes aqui escrevi sobre o assunto e sobre este Observador.

Ah, é verdade, há tanto tempo que resistia a escrever aqui, que me tinha esquecido que o Observador jurou a pés juntos que nunca mais me respondia. É verdade, tinha-me esquecido disso ...

De qualquer forma, responda ou não, eu aqui estou para o denunciar na sua hipocrisa e mentira. E sempre estarei.

Observador disse...

Afinal, caro Curioso, você é muito pior do que eu imaginava.
De facto, eu disse que nunca mais lhe respondia.
Quando, na minha intervenção anterior, respondi fi-lo muito honestamente ao anónimo referido então.

Eis que você mostra, uma vez mais, a sua mais que baixa postura.

Disfarça-se de anónimo - em boa verdade o que nunca deixou de ser - com intenção perversa.

O que disse está dito e não volto atrás.

Você, caro Curioso, não merece o ar que respira.
É um traidor, uma figura sinistra, indigno de qualquer conversa.

Mas você é assim mesmo. Não há nada a fazer.

Já que você faz parte do conluio municipal, dê os meus cumprimentos ao camarada José Maia.
Diga-lhe que vai da minha parte.
Aquele que vos conhece de "ginjeira".
A todos, infelizmente.

Cumprimento-o com um sorriso que é, habitualmente, a minha arma de arremesso.

Curioso ... disse...

Xiiiiiiii, afinal respondeu!

Oh homem, além de tudo o que já disse sobre si, obriga-me a dizer mais uma coisa: você nem sequer consegue ser homem de palavra! Não se pode mesmo acreditar em si!!!!!! Quanto mais pensar, sequer, que possa ter um laivo que seja de honestidade, como reivindica para si próprio!

Olhe, eu nem sequer o cumprimento! Você não merece ... nem mesmo com "armas de arremesso".

Curioso ... disse...

Ah, e caro Observador, uma coisa que há muito tempo me anda às voltas na cabeça.

Já reparou que Observador e Curioso são palavras às quais podemos atribuir o mesmo sentido e significado? Já pensou nisso?

Disfarço-me de anónimo. E você, disfarça-se de quê?

Vota Bloco disse...

Ermelinda o curioso é deveras teimoso e arrogante. deve ser um reacionário encapotado de comuna

Liberdade disse...

Consultem este link, é excelente e podem ver como os Faróis portugueses são na sua maioria em alvenaria e pintados de branco. O vermelho aparece só na "lanterna" e nem em todas.

O resto é treta e vontade de marcar a porta da "Almada Comunista".

http://aeiou.expresso.pt/farois-de-portugal=f499027

Anónimo disse...

Com assuntos bem mais polémicos neste blogue, e a merecerem comentários sérios de análise das denúnicas efectuadas, como o caso das reclassificações na Câmara Municipal de Almada, por exemplo, e foram-se logo "picar" com este artigo sobre a cor do Farol de Cacilhas...
É mesmo de quem nada tem para dizer!
E então essa participação de um pretenso António Matos (será mesmo o senhor Vereador?) que aqui aparece pela primeira vez, julgo eu que sou um leitor assíduo deste blogue, e tantas outras vezes já citado e à autarquia onde desempenha funções, por razões bem mais polémicas?
Só merece mesmo a minha melhor gargalhada! eheheheeheheh!

Observador disse...

Segundo as normas de navegação e podem ir confirmar se quiserem, qualquer bóia de navegação ou farol que esteja do lado direito de quem entra a barra tem que ser obrigatoriamente verde!
É assim que se navega em todo o mundo.

Dado legalmente adquirido.
E sério.

Minda disse...

Curioso:

Apenas uma pergunta - onde estão, em Almada (e no executivo, em particular)os membros do PEV que nunca ninguém os viu?

E um reparo - em bom português diz-se atoarda e não "atuarda" como escreveu, senhor professor.

Minda disse...

Anónimo de 2-8, 0:28

5 anos de coisas boas? Qee coisas boas?

Minda disse...

A. Matos:

Se aquilo que diz é verídico, em que documentos consta essa informação? Porque não nos indica a fonte? Assim poderíamos fazer a adequada consulta.

Minda disse...

Anónimo 2-8, 2:14

Controlar, controleirismo etc... palavra abençoada para alguns.

Minda disse...

Anónimo 2-8, 2:17

E, já agora, vermelho é, também, a cor do Benfica. Mas que grande coincidência esta hem?

Minda disse...

Observador:

Sinceramente nunca pensei que entre tanta coisa polémica que aqui já escrevi fosse um comentário acerca da cor do Farol de Cacilhas a despertar tanto interesse nos meus habituais leitores.

**

Minda disse...

Anónimo de 2-8, 12:27

Tem toda a razão. Mas parece que há quem goste mais de criar cenas em torno deste tipo de questões menores...

Minda disse...

Vota Bloco:

Não sei quem é o Curioso. E, sinceramente, pouco me interessa...

Minda disse...

Liberdade:

Muito obrigada pela informação que nos deixou. Bastante útil...

Minda disse...

Anónimo de 3-8, 8:43

Também me custa a perceber as razões que tornaram este artigo tão polémico.
Espperava isso de outros e, afinal, alguns nem comentários mereceram.

Curioso ... disse...

D. Ermelinda,

Na Assembleia Municipal há um representante do PEV. Se você nunca o viu é porque anda distraída (como, aliás, este post sobre a cor do farol bem o demonstra ...). Mais não é preciso dizer.

Já que gosta de bom português, Srª professora, qee não se escreve qee, mas que; e espperava não precisa de dois pp. Esclarecida, D. Ermelinda? Ou precisa de um bonequinho ...

Sabe, D. Ermelinda, perco tempo demasiado consigo. Dou-lhe demasiada importância. Mas é o meu feitio, o que é que quer que lhe faça.

Você vem aqui e publica um post malicioso sobre a cor do farol de Cacilhas. Com insinuações torpes e tudo. Depois vem outra vez e diz que nunca pensou que um texto daquela natureza (está a rebaixar-se, cada D. Ermelinda ...) motivasse tanto interesse. Então porque é que publica o texto que publica? Para se divertir? Para provocar?

Coisas sérias, de facto, você não as domina. Portanto não pode aqui comentá-las! Por isso a cor do farol de Cacilhas é um motivo para si. Não é capaz de mais ...

Já agora deixo-lhe uma sugestão: diga-nos lá o que pensa da proposta do Eng. Sócrates dos 200 euros por criança que nasça, e dos 2% (curioso, o dois sempre presente ...) que o lider do seu partido propõe para taxar as grandes fortunas. Sim, diga-nos lá o que pensa destas coisas ... e deixe lá a cor do falor e Cacilhas, que de facto é coisa de menor interesse.

Minda disse...

Curioso:

E para quem parece não saber distinguir gralhas de "atoardas" deixo uma linda canção de embalar... olha o "falol", lindo "falolinho"...!

Ana disse...

Cara Ermelinda,

O que é que se pode esperar, numa cidade em que se apregoa a Liberdade, e os valores do 25 de Abril, mas onde quem não é vermelho é discriminado?

Ana

Minda disse...

Ana:

Pode-se, de facto, esperar tudo... mas, felizmente, nem todos cruzam os braços e, por isso, há que ter esperança de que as coisas vão mudar.

Related Posts with Thumbnails