terça-feira, 28 de julho de 2009

Reclassificações na CM de Almada... a saga continua!

Muito depois do prazo estabelecido na lei, é bom dizê-lo, a Câmara Municipal de Almada lá acabou por responder ao requerimento do Bloco de Esquerda sobre "as reclassificações de serviço efectuadas em 2008".
E, para nosso espanto, apresentou um número diferente dos outros já avançados pela mesma fonte: o Departamento de Administração Geral da autarquia.


Agora, temos 110 reclassificações. Mas em Abril, a quando da apresentação do Relatório e Contas de 2008, elas eram apenas 87.



O que também não corresponde sequer aos dados fornecidos pelo próprio Dr. Pedro Filipe, em 11 de Março do corrente ano, que escreveu que em 2008 a CMA tinha efectuado 74 reclassificações.



Contudo, nenhuma destas informações fornecidas pelo serviço de Recursos Humanos da CMA coincide com os números publicados no Diário da República e que nos dão conta de que foram efectuadas não 110, não 87, não 74, mas sim 104 reclassificações.
Afinal, quantas reclassificações foram efectuadas pela Câmara Municipal de Almada em 2008? Será este um mistério assim tão difícil de resolver?
Além da flagrante incompetência dos Serviços, em particular do dirigente que subscreve aquelas informações sem antes verificar a correcção dos dados, o que esconde tamanha desinformação?
Alguém me sabe responder?

12 comentários:

Observador disse...

Nem sei se é legal um documento oficial de uma entidade estar rasurado.
Mas esse facto é uma gota de água no oceano pantanoso de todo este processo.

O Dr. Pedro Filipe assinou de "cruz" ou, o que é pior, fê-lo sem perceber o que estava em questão.

A força da mentira é tão grande que ninguém olha a assinaturas para atingir o que é falso.

O que o Dr. Pedro Filipe faz é assassinar a verdade das coisas.

CDU = bufos disse...

Vários erros são cometidos na Câmara. No entanto só é penalizado quem não é da linha da ditadora Emilia. Vota Bloco ou PS, nunca na CDU Almada e no PSD( vendidos fazem o jogo da Emilia).

O trabalhador disse...

Mais uma trapalhada!!! Enfim são tantas que já não têm conta!!!!!! Fiquei curioso com os dados da formação indicados (se forem verdade parecem muito pouco investimento em formação!!!)Se tivesse sido aprovado o fundo indicado já havia formação para toda a gente.. assim só uma 1/2 duzia é que teve direito!!!! este é o investiemnto que a CMA faz na formação dos seus funcionários

Susana Castro disse...

As reclassificações só abrangeram alguns trabalhadores?tenho uma amiga licenciada, que não foi reclassificada nessa Câmara. No entanto, a irmã dela foi reclassificada como técnica superior na Câmara da Moita. Uma pergunta, a CDU de Almada pertence a um partido diferente da CDU da Moita?

Minda disse...

Observador:

Ilegal não será. Mas que revela falta de prfissionalismo, isso sim.

Mas pior ainda é, de facto, a irresponsabilidade de quem "assina de cruz" conteúdos que nem se dá ao trabalho de conferir.

E não estamos a falar de "cruzamento de dados" entre instituições... trata-se, apenas, de saber, com rigor, o que na autarquia se fez e comparar com as informações anteriormente fornecidas.

"Assinar a verdade das coisas"? Essa é boa! Só se for assinar o desgoverno em que se encontram os recursos humanos da CMA... ou subscrever as asneiras que por lá se fazem por incapacidade de as reparar.

Minda disse...

CDU:

"Só não erra quem nada faz" é uma frase que costumo citar muitas vezes... porque aqueles que só sabem criticar e nada fazem, claro, nunca erram.

Mas não se trata do caso em apreço. Fazem, fazem mal, julgam-se acima de qualquer suspeita, inatingíveis. E preferem insistir no erro apesar de saberem que as falhas são imensas.

Protegem-se uns aos outros, politicamente falando, e os faltosos, desde que tenham o cartão da cor certa nunca são chamados à atenção.

E quando convém arranjam "bodes expiatórios" para aquelas faltas que não podem mesmo esconder quando são apanhados em flagrante delito... normalmente os funcionários que se limitaram a cumprir ordens e não tiveram como fugir.

Minda disse...

Trabalhador:

Mais uma trapalhada, dizes bem.

Porque há mais, muitas mais. E estou a referir-me, apenas, aos recursos humanos.

Seria interessante fazer-se um estudo sobre a formação profissional na CMA (que investimento, quem lecciona, que objectivos, que áreas, quem as frequenta, que aplicação prática têm tido, que melhorias para o serviço, etc)... mas quem está de fora dificilmente acede à informação necessária.

Minda disse...

Susana Castro:

A CDU de Almada é um caso à parte. Trata-se, sim, do PMES (Partido da Maria Emília de Sousa) cujo estatuto e programa eleitoral nada tem a ver com o PCP, embora este não se possa escusar de responsabilidades partilhadas na medida em que a apoia.

Deixando de lado as ironias, é óbvio que nem todos os trabalhadores estarão em condições de ser reclassificados (aliás, com a Lei 12-A/2008 essa possibilidade deixou de existir).

Mas na CMA foram cometidas imensas injustiças. E eu conheço algumas. As mais chocantes são, efectivamente, de pessoal técnico superior, que está a exercer enquanto tal, mas acaba por receber um vencimento correspondente à categoria que detém, em regra bastante inferior, perdendo, mensalmente, algumas dezenas largas de euros (até centenas).

Só me admira como é que a Comissão de Trabalhadores e o STAL pactuam com estas situações.

Observador disse...

Minda

Vês como acertaste na interpretação da "verdade das coisas!?!?"

Retém isto. Quando falo/escrevo, sei o que digo. Pode acontecer jogar com as palavras e/ou situações.

É um exercício bom.

**

Comissão de trabalhadores aliada da ditadora emilia disse...

A Comissão de trabalhadores da Câmara é uma cambada de calões, que encobrem os dirigentes que se inscreveram no partido comunista para arranjarem tachos. O STAl só critica os erros das Câmaras não pc. Nas camaras pc para o stal e para esta comissão de trabalhadores não existem ilegalidades.

Minda disse...

Observador:

Mas era preciso ser muito esperto para perceber onde está, afinal, a "verdade das coisas" num caso como o referido?

**

Minda disse...

Comissão de Trabalhadores...

Se são ou não preguiçosos não sei. Mas que a actuação desta CT (a excepção são mesmo os elementos da lista B) deixa muito a desejar deixa. Tal como a delegação do STAL.
Mas os trabalhadores que abram os olhos.

Related Posts with Thumbnails