quinta-feira, 15 de março de 2012

O democrata!

Carlos Guedes pediu para aderir a este grupo apenas com o intuito de vir denegrir a Plataforma de Cidadania do Concelho de Almada e os seus membros. Reunida a direção, foi deliberado por unanimidade retirá-lo daquela comunidade e deslocar para AQUI a conversa por ele iniciada e mantida naquelas paragens, assim como os comentários trocados.
Pretende-se, assim, que a discussão continue, livremente, neste espaço onde todos podem participar e expressar a sua opinião (até os anónimos). 

9 comentários:

Anónimo disse...

Plataformistas
Depois de ler a vossa troca de post com o sr. Carlos Guedes, que gentilmente colocaram aqui, fico na duvida se são apenas ditadores ou mesmo parvos.
É evidente, que o que lhe fizeram é censura, que o único delito dele é pensar de forma diferente, que os argumentos são discutíeis mas razoáveis, no que contrasta com. Sra. Carmem, que deve ter um rei na barriga, o com a Sra. Abreu, palerma e provavelmente imberbe.

Para quem por tudo e por nada faz queixas à CADA, também me saíram cá uns democratas!

E agora venha de lá o cromo Antunes, sempre quero ver se também concorda com a eliminação dos opositores!

Anónimo disse...

De anónimo para anónimo,

Não tenha dúvidas, caro anónimo: são mesmo PARVOS!!!! Sem hipóteses de escapatória (e também há parvos ditadores, por isso uma coisa nem sequer exclui a outra, à partida).

Então quer mais parvos do que estes "administradores de facebook" (esta de "administradores" é verdadeiramente extraordinária; são administradores e únicos!) que andam não sei quantos dias a trocar "mimos" com o Carlos Guedes, a insultá-lo da forma mais primária e mais baixa que imaginar se possa - tudo pela simples e única razão dele pensar de forma diferente destes "administradores" - para no fim, em plenário e por unanimidade, decidirem censurá-lo desta forma abjecta e absurda? Acha mesmo que gente mais parva do que esta pode existir em algum lugar e em algum tempo?

Não pode! Só mesmo gente pequenininha como estes ... seres!

Carlos Guedes disse...

A minha posição encontra-se aqui:
http://www.blogger.com/comment.g?blogID=29251059&postID=6496335271515555775

Anónimo disse...

Carlos Guedes
Fui ler, e começo logo a discordar.
Então os anónimos têm de ser cobardes? Não me diga que quer voltar à votação de braço no ar?
Se o que pretendemos é discutir ideias, opções, caminhos, etc., o que é que lhe interessa o nome do interlocutor?, pretende ir investigar o passado dele, e isso importa para debater?

Se lhe fizer confusão até podemos adoptar pseudónimos, como Churchill ou outro, mas qual é o interesse de identificar? E não estou aqui a concorrer a nada, não preciso de ser avaliado.
Se quer discutir tudo bem, se não quer tudo bem na mesma e passe bem.

Quanto ao resto, encaixa no que eu disse ao meio dia, mas também não é nada de novo ou inesperado, basta ouvir o Louçã para ficar logo com a ideia que ele sabe tudo, é melhor que todos, e quem pense um pouco ao lado só pode ser atrasado, e o vírus ataca todos os camaradas, PCP incluído.

Anónimo disse...

Que belas conversas sim senhora.
Ilustram bem a qualidade de políticos que temos. E fica explicado, afinal, como é que Almada chegou a esta letargia... com gente como esse Carlos Guedes é fácil percebê-lo, de facto.
A Plataforma pode ter muitos defeitos (ou os seus membros, bem entendido) mas onde é que estão os argumentos sérios e credíveis deste Carlos Guedes a mostrar as calúnias e mentiras que tanto diz existirem mas só sabe é falar no crime de lesa pátria do engano acerca das qualificações de um tal José Gabriel que disseram ser jurista mas é advogado. Então, e depois?
Não acham que estão a dar importância demais a um pormenor para desviar a atenção do fundamental? Como a questão dos certificados: afinal o tal advogado sabia ou não sabia que havia uso abusivo de um título não académico e que o júri beneficiara o candidato dando-lhe mais pontos do que os merecidos? Afinal o tal advogado sabia ou não sabia que o júri admitira candidatos que não respeitavam os requisitos da lei e do regulamento dos SMAS? E por aí adiante...
É que, sendo advogado tinha por obrigação saber que estes actos eram ilegais. E se sabia e calou não agiu correctamente.
Isso sim é que é preocupante. E grave.
Mas estes chicos espertos passam o tempo a discutir o sexo dos anjos quando o que está em causa é muito mais grave.
Assim fazem perder a paciência a qualquer um.

Anónimo disse...

Anónimo sem paciência
O tal curso que a Ermelinda diz que não é tem validade, se for analisar melhor vai ver que é válido na CMA mas também no resto do país.
E não será preciso ser advogado para o comprovar.

O papel que ela traz para aqui é outra coisa, assim uma espécie de certificado de algumas cadeiras feitas de um mestrado, curiosamente o mesmo que ela coloca no currículo dela.

Já agora, que gosta de discutir a serio, pergunte lá à Minda se para ser directora de serviços não devia ter uma formação especifica?, e não estou a falar daquela coisa que ela terá feito numa semana, mas sim num curso a sério?

Mais uma vez anda a cuspir para o ar e esquece-se do guarda chuva.

De resto o que se lê é que a plataforma quer mudar as moscas, mas a ..... fica na mesma.

Anónimo disse...

Ah já entendi.
Deve ser pela conversa do anónimo anterior que podemos verificar que nos SMAS de Almada os dirigentes têm todos o tal curso.
Dos que estão no artigo onde a Minda denuncia a situação nem um apresenta qualquer o curso de alta direcção.
Em contrapartida o tal cursinho do ISLA têm. Será equivalente?

Anónimo disse...

Anónimo às 22:57
Mais uma vez só percebeu metade, no que se parece muito com a dona do blog.
Não sei como obteve essa informação sobre os dirigentes visados, deveras interessante, mas podia ir ler o estatuto de dirigentes, e perceber que o curso tem um prazo para ser feito, donde resulta que comparar a Minda que está lá há várias comissões de serviço com um recente empossado, distorce em muito a letra da lei.
Se não se importar muito, antes de mais conversa, leia a lei, a actual e a que existia ao tempo em que a dona Ermelinda iniciou e renovou funções.

Paulo Miguel disse...

Incomodamos porque somos fortes. Incomodamos porque ousamos dizer a verdade. Incomodamos porque não temos medo. Incomodamos porque expomos, publicamente, as fragilidades de uma governação autárquica incompetente. Incomodamos porque mostramos que a oposição tem sido conivente.
Por isso temos vindo a ser, nos últimos dias, e em particular os nossos membros mais ativos, alvo do ataque mesquinho daqueles que se sentem lesados com as nossas denúncias por estas colocarem a nu as vigarices que a CDU tem vindo a encobrir, com zelo, nas últimas décadas. Mas ao contrário do que se possa pensar, não é do PCP mas sim o Bloco de Esquerda que partem as mais "furiosas" ofensivas.
E é de um elemento da Comissão Coordenadora Concelhia de Almada do BE que parte a perseguição que têm feito à Ermelinda Toscano nesta rede social (nos nossos grupos - "Democracia Local" e "Solidariedade com Jorge Abreu vítima de mobbing nos SMAS de Almada" e até no seu perfil pessoal): Carlos Guedes, ao qual se tem juntado a sua companheira Susana Reis, como facilmente podem verificar visitando os mencionados espaços.
Falam em Liberdade de expressão, que nos acusam de censurar. Levantam a bandeira da Democracia, que nos acusam de não respeitar. Mas esquecem-se de referir que são eles mesmos que cometem tais delitos ao não admitirem ser criticados pela forma conivente como têm conduzido a política autárquica aqui em Almada: a prova está na participação da vereadora nas reuniões do executivo conferindo à CDU a maioria que os eleitores lhes retiraram nas urnas, e nas atas da Assembleia Municipal onde se podem ler as intervenções (ou ausência delas) deste grupo municipal quase sempre consentâneas com o poder instalado.
Acusam-nos de difamar e caluniar. Mas o que têm feito? Quando confrontados com perguntas concretas, quando perguntados sobre as provas de que mentimos, quando lhes é solicitada explicação para a sua atuação de traição às promessas que fizeram a quando da sua eleição, e que constam do programa autárquico que foi sufragado em 2009, retraem-se... nem sequer são capazes de mostrar cópia dos muitos comunicados que dizem emitir com esclarecimentos à população, sobre a sua "profícua" atividade, mas que ninguém em Almada conhece.
Celebram hoje o 13.º aniversário segundo nos informaram. Desejamos-lhes os parabéns! Sem hipocrisia. Porque não somos contra os partidos políticos, pois eles são a base do nosso regime democrático. Mas precisamos de ter, cada vez com mais acuidade, movimentos de cidadãos atentos que saibam exigir aos políticos competência e, sobretudo, ética no desempenho das suas funções como autarcas.
E que ventos de mudança possam chegar e mudar esta forma mesquinha de fazer política.
Carmen Godinho e Paulo Miguel Ataíde.

Related Posts with Thumbnails