sábado, 17 de março de 2012

O certificado travestido.

Para quem não acreditava que os tais certificados de que falávamos eram reais, aqui fica um dos que nos fizeram chegar via e-mail... obviamente retirámos os dados pessoais mas estão identificadas uma série de dirigentes dos SMAS que se serviram deste estratagema para obter melhor classificação na avaliação curricular, no parâmetro da "habilitação académica", valorando este curso (que é de formação profissional) como sendo uma pós-graduação. Foi este exemplar, entre muitos outros documentos, que apresentámos ao Ministério Público junto do Tribunal Administrativo e Fiscal de Almada no passado dia 13 (terça-feira).

11 comentários:

Anónimo disse...

ninguém te liga... esse certificado não é o da pós graduação...tens que mostrar o verdadeiro... estás mal informada...estás obcecada e isso cegou-te...tenho pena de ti...estás doente!!!

Anónimo disse...

O certificado é igual ao que todos temos, e é considerado nos SMAS como de Pós graduação, em Concursos de colocação.
Mas tem toda a razão, não é um certificado de pós graduação.

Anónimo disse...

Anónimo das 10:14
Deve ter acontecido algum problema com o seu caso, os restantes alunos que passaram nos exames receberam esse certificado e um diploma, o tal!
Já agora, à época, no site o ISLA estava lá esta pós-graduação, e era mesmo uma PG!

Para a Ermelinda, a sua fonte só lhe passou metade da documentação. Tenha cuidado o tomar como verdade tudo o que lhe dizem, ou acaba a fazer figura de parva.

De resto esta conversa só anda para aqui a pescar possíveis irregularidades porque num concurso o mobbingado que era Estagiario queria ter ganho um concurso para dirigente em que o candidato vencedor era técnico superior há vários anos, trabalhava no sector (ao contrario do outro), e ainda por cima tinha mais habilitações. Além disto é uma pessoa educada, o que não se pode dizer do outro, o que não é de somenos.

Anónimo disse...

ó anónimo das 00:48 não estás habituado a que chateiem os aproveitadores que estão na CMA, pois não? Falam com um sobranceirismo em relação aos gastos dos nossos governantes, falam dos jobs for the boys nas empresas do estado mas... Cá em Almada está tudo em ordem, não está? Não há familiares nos cargos de topo, não há avenças por trabalho quem ninguém sabe muito bem para que serve nas juntas de freguesia. Partidarismos à parte, em Almada, são os comunistas os aproveitadores, noutras câmaras serão de outros partidos. Uma autêntica corja. Tentar branquear como faz o PC aqui em Almada é de uma hipocrisia sem paralelo.

Ninguém te liga a ti! À Ermelinda, goste-se ou não dela, liga muita gente! Não estivesse a CMA a monitorizar todos os blogs que falem de Almada, em permanência tipo KGB ou PIDE.

Cristina Maria disse...

Este curso uma pós-graduação? Pouco importa a data em que foi obtido, está lá a legislação ao abrigo do qual foi passado. E esses diplomas dizem tudo.
Isto é um curso de formação profissional e não uma pós-graduação! Entenderam? Não vale a pena andraem a dar voltinhas e mais voltinhas tentando justificar o injustificável.
Este curso é de formação profissional!
Se é tido como de pós-graduação trata-se de uma fraude. E com tanta gente dos SMAS a servir-se deste estratagema só pode ser com a conivência os serviços.
O que é grave. Muito grave mesmo.
Quantos candidatos não ganharam os respectivos concursos para dirigentes à custa desta "pós-graduação" que lhes valeu, no mínimo, mais dois pontinhos... o suficiente para ultrapassar os restantes candidatos.
Quanto dinheiro dos contribuintes não está aqui a ser abusivamente usado de forma indevida?
E ninguém vai ser responsabilizado?
Espero que os Tribunais actuem depressa.

Anónimo disse...

Cristina Maria
Em vez de andar a emprenhar pelos ouvidos, como a maioria dos plataformistas que aqui pousam, liguem ou mandem um mail para os serviços académicos do ISLA, talvez lhe expliquem o que se passou.
Até lá, e é apenas uma sugestão, fale só daquilo que sabe e no do que suspeita.

No final, que lhes sirva de lição, pois andar a acusar com base em pontas soltas pode ter destes desfechos do tipo "montanha que pariu um rato"

Paulo Miguel disse...

Incomodamos porque somos fortes. Incomodamos porque ousamos dizer a verdade. Incomodamos porque não temos medo. Incomodamos porque expomos, publicamente, as fragilidades de uma governação autárquica incompetente. Incomodamos porque mostramos que a oposição tem sido conivente.
Por isso temos vindo a ser, nos últimos dias, e em particular os nossos membros mais ativos, alvo do ataque mesquinho daqueles que se sentem lesados com as nossas denúncias por estas colocarem a nu as vigarices que a CDU tem vindo a encobrir, com zelo, nas últimas décadas. Mas ao contrário do que se possa pensar, não é do PCP mas sim o Bloco de Esquerda que partem as mais "furiosas" ofensivas.
E é de um elemento da Comissão Coordenadora Concelhia de Almada do BE que parte a perseguição que têm feito à Ermelinda Toscano nesta rede social (nos nossos grupos - "Democracia Local" e "Solidariedade com Jorge Abreu vítima de mobbing nos SMAS de Almada" e até no seu perfil pessoal): Carlos Guedes, ao qual se tem juntado a sua companheira Susana Reis, como facilmente podem verificar visitando os mencionados espaços.
Falam em Liberdade de expressão, que nos acusam de censurar. Levantam a bandeira da Democracia, que nos acusam de não respeitar. Mas esquecem-se de referir que são eles mesmos que cometem tais delitos ao não admitirem ser criticados pela forma conivente como têm conduzido a política autárquica aqui em Almada: a prova está na participação da vereadora nas reuniões do executivo conferindo à CDU a maioria que os eleitores lhes retiraram nas urnas, e nas atas da Assembleia Municipal onde se podem ler as intervenções (ou ausência delas) deste grupo municipal quase sempre consentâneas com o poder instalado.
Acusam-nos de difamar e caluniar. Mas o que têm feito? Quando confrontados com perguntas concretas, quando perguntados sobre as provas de que mentimos, quando lhes é solicitada explicação para a sua atuação de traição às promessas que fizeram a quando da sua eleição, e que constam do programa autárquico que foi sufragado em 2009, retraem-se... nem sequer são capazes de mostrar cópia dos muitos comunicados que dizem emitir com esclarecimentos à população, sobre a sua "profícua" atividade, mas que ninguém em Almada conhece.
Celebram hoje o 13.º aniversário segundo nos informaram. Desejamos-lhes os parabéns! Sem hipocrisia. Porque não somos contra os partidos políticos, pois eles são a base do nosso regime democrático. Mas precisamos de ter, cada vez com mais acuidade, movimentos de cidadãos atentos que saibam exigir aos políticos competência e, sobretudo, ética no desempenho das suas funções como autarcas.
E que ventos de mudança possam chegar e mudar esta forma mesquinha de fazer política.
Carmen Godinho e Paulo Miguel Ataíde.

Anónimo disse...

Paulo Miguel, ou Carmem e Paulo como assina no final.

Presunção e água benta cada um toma a que quer.

Não deixa de ser irónico que criticam imenso o que também fazem, à vossa minúscula escala, como é evidente.

PS. Já tem notícias dos serviços académicos do ISLA?

Anónimo disse...

ouçam lá vocês só incomodam porque acusam com falsidades toda a gente...os trabalhadores da CMA/SMAS são gente trabalhadora e honesta e muito pacíficos...ao contrário desse mobbingado

Anónimo disse...

ó anónimo das 13:27 se és amigo (verdadeiro e não virtual)da Ermelinda aconcelha-a a ir ao médico da cabeça...ela dispara para toda a gente e ainda por cima com mentiras ...os nossos avós sábios bem diziam "a mentira tem perna curta"

Anónimo disse...

Eles andaram por aí a dizer a toda a gente que Almada, era a RDA...mas diziam isto com um ar de quem fala a sério...
Agora , para não enganar ninguém, também temos Almada Leste e Almada Oeste...em lugar de arame farpado, temos uma linha férrea.

Related Posts with Thumbnails