quinta-feira, 4 de junho de 2009

O que eles dizem e o que eles fazem...

«Isabel Damasceno (...), sublinhou, na sua intervenção, a tendência de “abertura” da Administração Pública “à participação dos cidadãos, o que passa, designadamente, pela necessidade de garantir o direito à informação dos administrados”, exigindo-se que a realização dos interesses públicos se “faça de forma clara, transparente, para que tais decisões possam ser sindicáveis pelos cidadãos!”. (…) “Nada deve ser confinado ao espaço do mistério, do obscuro, do sigiloso”, salvo quando estiverem “em causa situações justificatrivas”, já que “o exercício do poder deve ser visível, escrutinável pelos cidadãos”.»
Estas são frases que expressam ideias com as quais não podemos deixar de concordar. Foram proferidas no Colóquio sobre Acesso à Informação Administrativa, organizado pela CADA com o apoio da ANMP, cujo resumo foi incluído no n.º 180 do Boletim da Associação Nacional de Municípios Portugueses e que acima vos deixamos.
Mas, pensemos na Câmara Municipal de Almada. Acham que é uma autarquia que procede desta forma democrática? Ou, pelo contrário, nega aos almadenses o acesso à informação? Vejamos, por exemplo, o que se passa com os requerimentos apresentados pela oposição na Assembleia Municipal e que ainda hoje aguardam resposta (decorrido um mês além do prazo máximo legalmente permitido)...
Nesta óptica, podemos dizer que a CMA, ao preferir esconder a informação solicitada, está a agir de forma pouco transparente e a indicar-nos que teme sejam descobertas eventuais irregularidades cometidas... porque se tivessem cumprido a lei na íntegra nada haveria a temer e, com toda a certeza, já teriam fornecido os elementos solicitados.

9 comentários:

EMALMADA disse...

Não é só com a oposição.
Com os cidadãos parece que a coisa é bem pior.
Compreende-se por quê.
Eles foram eleitos para velarem por nós. Fazem bom trabalho.
Nós é que não temos capacidades intelectuais para compreendermos a sua dedicação e os sacrifícios que fazem para nosso bem.
Afinal não são os melhores?
Foram os eleitos, logo são necessariamente bons.
"A vitória da CDU é a vitória de Almada".
É boa esta, não é?
Tal qual as ditaduras.

Emilia comunista?não me façam rir disse...

O único comentário que deixo é o seguinte: sendo Isabel Damasceno uma autarca ligada ao PSD mostra que é mais democrática a milhas que esta senhora autoritária, arrogante e tenebrosa, que governa a Câmara Municipal de Almada. Aos comunistas almadenses peço que leiam este artigo e tirem as vossas conclusões. Maria Emilia nunca mais. A profissão desta senhora foi sempre na politica nunca teve uma profissão. A única que se conhece foi no banco e raramente se levantava para ir ao balcão.E foi um ou dois anos.

Minda disse...

Em Almada:

Se a vitória da CDU fosse a de Almada, não teríamos chegado a este estado de coisas.

Minda disse...

Não me façam rir:

Sinceramente, não sei qual é a postura de Isabel Damasceno na sua autarquia.

Mas, pelo que sei de Maria Emília, não é preciso muito para ser melhor que ela (em termos de postura enquanto autarca).

ISA disse...

EMALMADA... Ai ai, para quê tanta verdade junta?
Mas ainda esqueceu a nossa senhora de Fátima que veio de tão longe, só para nos abençoar. Os milhões gastes sairam dos sacrifícios dos nossos autarcas... afinal é menos uma viagem que fazem ao estrangeiro. O povo não tem capacidade intelectual para falar outras linguas. Ainda se perdiam nos aeroportos. E qual deitadura eles continuam de pé?!

ISA disse...

E vc Minda a comparar alhos com bugalhos, ai ai... parece que ainda não sabe que os tachos têm todos duas asas?!

Minda disse...

Isa:

A misturar alhos com bugalhos? Essa não entendi...

E se for uma caçarola ou frigideira? Essas têm, apenas, uma pega.

ISA disse...

Então conte com o meu voto. E espero que não seja mais um tacho. Porque até parece que é facil, quando estamos do lado de fora. O pior é quando temos de tomar decisões que não agradam a todos. É muito dificil agradar a gregos e a troianos. Quando lá estiver lembresse destas palavras... são sábias, ainda que hoje não acredite.

ISA disse...

O que eu queria dizer com a mistura de alhos com bugalhos, é que ninguém é igual a ninguém, mas que todos querem tacho, ao fim de algum tempo de estarem no poleiro. No início tudo são boas intenções... só que depois degeneram. Isto acontece a todos. Já cá ando há muitos ano, e não sou distraída! Tenho vezes que passo por isso, mas não sou...
Jinho! E espero que tenha compreendido desta vez?!

Related Posts with Thumbnails