segunda-feira, 20 de abril de 2009

Juntar Forças...



Partindo do lema acima referido, o Bloco de Esquerda vai realizar, na próxima 3.ª feira, um debate centrado na temática REQUALIFICAR A TRAFARIA.

O moderador será Henrique Pires (da Comissão Coordenadora do Núcleo de Almada do BE) e os oradores, já confirmados, são:

Alda Macedo (Deputada do BE);

Joaquim Piló (Presidente do Sindicato Livre dos Pescadores);

José Pedro Lima (Arquitecto);

Rita Calvário (Engenheira Agrónoma).

Um sessão que se pretende seja a oportunidade para, em conjunto, reflectirmos sobre o presente e as prespectivas de futuro desta freguesia do nosso concelho, que apesar das magníficas paisagens se encontra tão degradada.

Venha participar. A sua opinião é importante.

6 comentários:

Vera disse...

Sem dúvida a precisar que alguém olhe para ela!! Acho que têm muito potencial!!

Minda disse...

Vera:

A Trafaria tem sido abandonada por todos, inclusive por muitos dos seus moradores que deixam as suas casas degradar-se quase até à ruína e pelos pescadores que bem podiam deixar a praia menos suja.

Mas são as entidades públicas (autarquias e administração central, em particular a APL) que mais têm contribuído para a sua decadência.

Infelizmente parece que nem o POLIS a salva...

Este debate pretende levantar algumas questões fundamentais e pode ser que do diálogo e da reflexão conjunta nasça alguma ideia concreta para "requalificar a Trafaria".

Vera disse...

Era bom que os próprios moradores fizessem força para haver mudança!! Mas as pessoas cada vez estão mais desacreditadas, porque sempre que tentam, ou fazem ouvidos moucos ou então cai no esquecimento!!

Espero que saiam daí boas ideias e que consigam as pôr em prática!! A Trafaria já merecia que olhassem para ela com outros olhos!!

Minda disse...

Vera:

A inércia do poder político leva à indiferença dos cidadãos.

Mas não podemos cruzar os braços.

Eu sei que, por vezes, é muito difícil. Todavia, desistir e acabar por ficar quieto é, afinal, pactuar com a situação.

Que legitimidade temos para, depois, reclamar? Fazer um recuo estratégico para retemperar forças, ainda compreendo, agora acomodação, NÃo!

Também eu espero que possamos colher alguns frutos daquele que penso vir a ser um debate profícuo.

Observador disse...

O contrário também é verdade.
A inépcia dos cidadãos leva ao ainda mais desinteresse por parte do poder.
Os munícipes não podem enfiar a cabeça na areia.
Falar dos problemas, de forma constante e em voz alta, sem receio, pode ter um efeito positivo.
Normalmente tem.

Minda disse...

Observador:

Se a atitude indiferente dos cidadãos, apesar de compreensível não é aceitável, o comportamento laxista da administração é que não é mesmo nada aceitável.

**

Related Posts with Thumbnails