quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Metro Sul do Tejo não é viável, concluiu auditoria do TC

Correio da Manhã, 2-11-2011

5 comentários:

jorge disse...

Olha , descobriram a pólvora...

Se não é viável , acabe-se com ele , retirem-se os carris e reponha-se a situação anterior.

E pode-se sempre aproveitar para enterrar a emilinha debaixo do alcatrão.

Kelvy disse...

Aqui no Brasil, temos problemas iguais a estes, não dá nem para acreditar!

Otimo trabalho que voce faz com o seu Blog!!
Muito bem continue assim!!

Anónimo disse...

Porque é que esse comboio não serve as zonas de maior população, maior afastamento e menos servidas pelos outros transportes?

Por exemplo, se tivessem dado prioridade às ligações à Charneca da Caparica, Trafaria e Costa de Caparica, assim sim, teriam sempre mais utentes.

O problema é que a CMA deu prioridade às freguesias de tendência de voto na CDU ...

Miopes, no mínimo !...

Anónimo disse...

Se o Metro não passasse pelo centro de Almada, provavelmente até era viável. O custo de obra na Cidade foi imcomparavelmente maior do que no restante traçado. São os técnicos brilhantes que temos em Almada. Mas eles têm sempre razão, claro. Nós é que somos uns ignorantes.

Anónimo disse...

Em tempos disse que esta megalomania ia sobrar para nós... e parece que infelizmente tinha razão.
O facto do MST não chegar à Charneca da Caparica o Hospital Garcia de Orta, parecem ser 2 das principais razões para o insucesso...a não ser que a CMA proiba totalmente a circulação de automóveis e autocarros...

Related Posts with Thumbnails