quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Jardim Constantino

É um jardim lisboeta que já foi uma referência no início do século passado e onde ainda há pouco mais de uma década, principalmente as crianças e os idosos passavam bons momentos.

Foi construído nos finais do século XIX, situa-se na freguesia de S. Jorge de Arroios, e chama-se Jardim Constantino, em homenagem a Constantino de Sampaio e Melo, ilustre produtor de flores da época, mais conhecido como "o rei dos floristas".

Tem uma árvore, exemplar único na cidade, classificada em 1996: a Melaleuca styphelioides, além de uma Ficus macrophylla, consideradas como património vegetal de interesse público.

Foi vedado pela CML, supostamente para ser recuperado pois estava a ficar bastante degradado (desde o parque infantil, aos sanitários e o lago - que nos últimos anos estava quase sempre seco e cheio de lixo, isto já para não falar do coberto vegetal rasteiro, pasto para as necessidades dos inúmeros canídeos da zona e de alguns sem abrigo que por ali pernoitavam) há uns meses atrás...

Terminou o ano de 2009 e começou o de 2010... completamente abandonado. Até quando?

====

Ambas as imagens foram tiradas ontem à tarde, quando eu saía da Assembleia Distrital de Lisboa (edifício que se vê ao fundo na segunda fotografia) e onde eu trabalho desde 1987.

7 comentários:

Observador disse...

Não está abandonado. Antes, sujeito a que um novo estudo de recuperação saia da gaveta.
Quem sabe, o espírito de Constantino Sampaio e Melo possa dar uma ajuda...

**

O Micróbio II disse...

Mais só e abandonado do que mal acompanhado... :-)

Minda disse...

Observador:

Abandonado esteve ele durante muitos anos. Agora aparece um "ameaço" de recuperação... só que acabou ficando "congelando" (deve ser do frio)...

**

Minda disse...

Micróbio II:

Pois é... até entendo que assim seja. Mas um jardim assim vedado não deixa de ser poiso de más companhias, na mesma.

Rodolfo Leopoldo Belmonte dos Santos disse...

Olá Minda, bem haja por a chamada de atenção que faz ao Jardim Constantino no seu blog,Jardim da minha infãncia á sessenta anos atrás e, cituado na Fregusia onde nascim á sessenta e seis anos.
Mas os novos governantes parecem não ter tempo para recuperar o que resta do Passado no País.
Mas esquecem-se de que o passado é História,e um País sem História é um País sem Cultura.Comentário por
Rodolfo Leopoldo Belmonte dos Santos.

Minda disse...

Rodolfo:

Dizem que está em obras... há meses.
Espero que este espaço seja, de facto, requalificado. Lisboa merece-o. E nós, cidadãos, também..

Anacleto disse...

Olá

é só para avisar que o Jardim Constantino não está sózinho. Temos de lutar por ele. Já há um blog sobre ele: http://jardimconstantino.blogs.sapo.pt/

Related Posts with Thumbnails