terça-feira, 23 de novembro de 2010

Que BE é este afinal?

A propósito do artigo de sábado passado, Diz o roto ao nu: porque não te vestes tu?, coloquei a pergunta que titula a notícia de hoje na minha página pessoal do Facebook.

Na sequência dessa publicação, troquei uma série de mensagens com Carlos Guedes que considero importante aqui vos trazer.

Embora seja um diálogo algo crispado, serve para esclarecer alguns pormenores sobre a minha renúncia como deputada municipal (sendo notória a existência de uma tensão permanente entre os interlocutores devido à interpretação diferenciada dos acontecimentos) mas, principalmente, é a oportunidade para reflectirmos sobre o rumo que o Bloco de Esquerda está a seguir em Almada.

Deixo-vos aqui duas das frases finais e que sintetizam aquela que é a minha opinião:

«Enquanto o BE não conseguir perceber que os ataques à sua credibilidade são causados, não por mim (que me limito a mostrar as fragilidades de uma oposição demasiado fraca e, como tal, conivente) ou pelos outros partidos (PS e PSD) mas, antes, por aquela que tem sido a sua própria actuação neste mandato autárquico (sobretudo na vereação mas também na Assembleia Municipal, os órgãos onde a intervenção política tem mais projecção), nunca mais conseguirá recuperar o prestígio/confiança que chegou a ter junto da população.

E enquanto os dirigentes do BE em Almada continuarem a confundir desígnios nacionais com política local e a olhar de forma sectária para as questões de governação autárquica, o demérito de uma oposição fragilizada pelas sucessiva anuências mal explicadas (política e tecnicamente falando, com alguns deslizes ao nível legal) que têm suportado muitas das propostas da CDU na CMA, causará sempre estragos irreparáveis em termos eleitorais futuros.»

35 comentários:

Carlos disse...

A isto se pode chamar uma enorme falta de chá, Ermelinda. Trazes para aqui a conversa tida no Facebook para que o teu séquito de seguidores anónimos possa debitar as alarvidades do costume. Ali ninguém escreveu nada, era preciso dar o nome e a cara!
É bem demonstrativo do teu carácter, colocares aqui a conversa sem te teres dado ao trabalho de previamente me informar (repara que escrevo «informar» e não outra coisa qualquer). Tal como o é o facto de pretenderes discutir aqui o que nunca discutiste no seio da organização de Almada do BE.
Pela minha parte vais continuar a falar sozinha ou com os teus «anónimos» do costume. Terei todo o gosto em discutir contigo estes e outros assuntos no dia em que demonstrares ter coragem para o fazer, cara a cara, no local próprio. Repara que escrevo «coragem» que é precisamente o contrário de cobardia. Coisa que a ti não te falta!

Anónimo disse...

Carlos, como se você não quer vir mas a este blog, nem falta que faz. Trabalha a fazer oposição.

Carlos Alberto disse...

Sr. Carlos
Finalmente percebemos que quem não tem a sua opinião só diz "alarvidades".
Mau presságio para a população, vindo de um representante do BE, que pensávamos nós iria mudar a forma de fazer politica na cidade de Almada.
Bom, mas são os politicos que temos e com eles teremos de viver.

Minda disse...

Carlos:

Deveria ter-te informado da minha decisão antes de publicar aqui a troca de mensagens.
Não o fiz e deveria tê-lo feito. Admito-o.

Mas convém esclarecer que naquela rede também andam por lá muitos anónimos. Um nome e uma fotografia, muitas vezes um boneco ou uma imagem qualquer, não garantem a identidade de quem com elas se apresenta. Por isso, dar a cara é muito relativo, tanto lá como aqui (embora na blogosfera seja muito mais fácil esconder quem somos, de facto).

Quanto às “alarvidades do costume” é uma afirmação genérica, consequentemente seria interessante que as especificasses. Foste célere a classificar atitudes, as minhas em particular, mas nunca respondeste como classificarias os comportamentos que também eu te indiquei.

Serão uma espécie de intocáveis? Ou serão, antes, uma casta de políticos que nunca comete falhas e raramente se engana? Isto de ter “dois pesos e duas medidas” para avaliar o carácter das pessoas consoante o ângulo e a perspectiva que nos convém olha que também diz muito do carácter de quem assim procede.

Sobre a discussão no local próprio, volto a insistir: não fales do que não sabes. E, principalmente, não venhas dizer o que outros te contam sem verificar primeiro as fontes. É que, seja por escrito ou presencialmente (em reuniões da Coordenadora, em plenários, sessões diversas e conversas informais – engraçado é teres estado em algumas delas e agora, convenientemente não te lembrares de nada), posso garantir-te que quase todos os assuntos que aqui tenho levantado (em particular os que se referem à estratégia do BE em termos autárquicos) foram por mim abordados nos locais certos. É que o que aconteceu em Agosto deste ano foi a “gota de água”, meu caro. Por isso, chega de mentiras.

E por falar em coragem, que como tu dizes e bem é o contrário de cobardia, quem precisa de a encontrar porque dela nem pingo tem, é o BE em Almada. Para, em nome daquilo que andou a prometer aos almadenses, passar a fazer uma oposição firme à gestão CDU na CMA. Para que os seus autarcas nos órgãos colegiais do município (CMA e AMA) passem a cumprir a tarefa que os eleitores lhes confiaram e a lei os obriga. Para conseguirem ser solidários com os muitos trabalhadores e trabalhadoras vítimas de mobbing. Para não temerem a demagogia da CDU e conseguirem, finalmente, fazer a tal oposição construtiva que dizem fazer mas que tem sido, apenas, subserviência. Etc. etc.

Por isso, insisto: chega de mentiras. E lições de coragem aconselho-te a ires dá-las a quem delas precisa (se calhar tu entre eles).

Anónimo disse...

Suponho que quando a gestão de uma cidade, mais pareçe uma organização de mafias,onde funciona tudo a volta dos propios parceiros,a opusição se entretem a dicutir o sexo dos anjos, senhores sejamos sérios não o enterece geral da cidade e dos seus cidadãos, por cima dos partidos politicos.

Belzebu disse...

Caro Guedes “o Solidário”
Então agora toma chá quando faz política? Isso não será um desvio pequeno-burguês duma certa esquerda caviar, como alguns dizem?
Ainda não percebeu que os blogs e as redes sociais convivem no mesmo espaço e são frequentadas pelas mesmas pessoas?
Olhando para a fotografia que ilustra a sua “prosa” no Notícias de Almada não nos damos conta de ser a virgem arrependida que vem para aqui chorar.
Será que os “camaradas” da UDP já toparam que os embarretou, e você está a ver se limpa a borrada que fez e andou a espalhar? Mas o pior é o cheiro que leva mais tempo a desaparecer.
E depois das suas investidas na arena, quer continuar a tourada nos curros?
Já estou como o outro: vá mas é dar banho ao cão, que também ficou com o cheiro da real borrada que você fez e espalhou.

Anónimo disse...

O Sr. Carlos não está errado e Almada e a melhor cidade do mundo mundial, so que coitada esta podre e deserta.

Anónimo disse...

Caros Sr. Carlos Guedes e Dra. Helena Oliveira,

Sei de muita coisa que havia de vos interessar saber, caso pretendessem mesmo fazer oposição construtiva à actual CMA.

Corrupção, compadrio, favorecimentos, contractos ruinosos, prepotencias, tiques fascistas por parte dos dirigentes da CMA e SMAS, é só pedir, que levam a lista toda.

Agora, têm apenas que me demonstrar que querem mesmo fazer oposição eficaz aos social-fascistas do PCP que nos (des)governam a Autarquia.

Querem aceitar o desafio?
Dêem aqui um mail para que vos contacte e me respondam mesmo, coisa que NUNCA ACONTECEU nos inúmeros contactos, por mail e telefone que tenho deixado no BE de Almada, indicando o assunto. (se calhar, tem sido esse o meu erro!).

Se não quiserem deixar o vosso contacto aqui publicamente, deem-no à Dra. Ermelinda, que depois lho peço eu.

Vamos tratar a sério os sérios problemas que corroem a cidade de Almada?

Anónimo disse...

Aí está! Não vale mesmo a pena. Com tantos detentores de verdades absolutas - cito apenas a D. Ermelinda e o Belzebu, esse identificadíssimo anónimo que não hesita em insultar os verdadeiros anónimos (verdade, verdadinha, belzebu, qual voz ensinada da dona Ermelinda, insulta tudo quanto não faça amen à dona ... mas enfim) - que vêm aqui fazer os que pensam de forma diferente?

Imagine-se só: Carlos Guedes é dirigente do BE de Almada. Ermelinda Toscano já foi. A última deixou de ser o que era (mantém-se, vá-se lá saber porquê - se calhar está a preparar um "glope de estado contra a UDP, sabe-se lá ... - como "militante de base") porque acha incorrecta a orientação política do seu partido. Só que a maioria dos militantes e dirigentes do seu partido pensam de forma oposta. Quem tem razão? Obviamente, D. Ermelinda, quem mais poderia ter razão? Tal e qual como aquela senhora bem posta que, ao observar o filho com o passo trocado na parada do quartel da tropa, afirmava convicta e sem dúvidas que os outros todos é que estavam com o passo trocado; o filhote ia muito bem.

É o ponto de vista da D. Ermelinda. Todos os que não pensam como ela andam de "passo trocado". É um ponto de vista ...

A verdade sou eu! disse...

Agora ter opinião é ser "absolutista da verdade"?
Interessante esta teoria da "verdade absoluta" que alguns aqui trazem.

Mas po-la apenas como um defeito de um dos lados (esquecendo que o outro também se manifesta de forma semelhante) só mostra mesmo uma certa fraqueza de pensamento e uma grande cegueira ideológica (refiro-me a quem subscreve tais afirmações, como o Anónimo que me antecede).

E só quem não sabe como funcionam os partidos políticos (o BE incluído) é que pode acreditar que as decisões de cúpula sejam tidas com o apoio das bases. Não brinquem comigo!

Além disso ainda não consegui perceber aqui qual é a posição actual da maioria dos militantes do BE para a poder comparar com as opiniões da dona do blogue.

Até agora, conheço as posições da Minda (aqui subscritas neste espaço) e a dos eleitores do BE nas últimas autárquicas que, ao votarem o programa eleitoral que lhes foi apresentado acreditaram, como por lá se promete, que o BE ia ser uma oposição firme à CDU.

Todavia, onde está ela?
Gostaria muito que me conseguissem explicar como se faz "oposição construtiva" em ALmada? Fingindo que nada se sabe que a CMA comete ilegalidades? Preferindo ficar indiferente aos crimes sobre os trabalhadores? Ou, pior ainda, a troco de um favor qualquer?

Anónimo disse...

O anónimo anterior tem a lição bem estudada.
Caro anónimo não partilho nada com o BE, no entanto louvo este trabalho realizado pela Dra.Ermelinda uma vez que ela tem a coragem de falar contra quem seja ou que partido pertença.
Quem votou BE em Almada pensou que agora podia fazer frente à ditadura Estalinista/Emilista, pois bem está redondamente enganado porque a Helena Oliveira é uma vergonha de representante desse partido, que tem tomado posições louváveis. Essa Sra. ao contrário do que se previa não passa de uma lambe botas que até mete nojo, deviam ver como efusivamente a Emilia a beija e abraça pudera sem ela a CDU não podia fazer a vida negra a todos os Almadenses.

Anónimo disse...

A opinião anterior era resposta ao anónimo das 13:31

Anónimo disse...

Ao Anónimo das 23 de Novembro de 2010 13:28

Desculpe, mas o amigo é mesmo tótó...., sem ofensa, claro!

Acha mesmo que a HO e o CG vão interessar-se por o que lhes quer dizer?

Lembre-se o que aqui disse: que eles nunca responderam a anteriores mensagens suas.

Se lhe responderem agora, é só para saber umas coisas e assim poderem subir o preço dos "favores" e "fretes" que fazem à Emília & Companhia...

Amigo, a política para certa "gente" é um negócio, nada mais!
Abra a pestana!

Anónimo disse...

Eu cá, como muitos sabem, sou pouco "blogueira"...

Mas também sabem que... dou sempre a cara. Assino sempre, as poucas vezes que participo.

Mas alguém tem dúvidas de que o BE/Almada tem andado colado à CDU?

Consultem-se as fontes.

Almerinda Teixeira

Nada há como ir às fontes.

ZeManeta disse...

Eu, tal como milhares de votantes do BE nas ultimas autarticas, tinhamos como objectivo primário acabar com a maioria da CDU e ter na gestão do concelho, alguem que fizesse de fiel da balança e impedisse o à vontade, com que os actuais dirigentes gerem a sua “quinta” e a suas amizades.
Na prática o que se verifica e o feedback que chega junto dos municipes, é nulo ou quase nulo. Está tudo bem....?
A oposição não fala, não se faz ouvir e até forma maioria.
Na rua que é onde o “povo” anda todos os dias e onde o BE vai em tempo de eleições NÃO SE OUVE NADA, NEM QUALQUER OPOSIÇÂO. Nada, apenas silêncio. Está tudo bem....?
Em 2 ou 3 assembleias a que tive oportunidade de assistir, verifiquei o abanar de cabeça do BE a dizer sim ou a abester-se de forma a que todas as propostas da CDU sejam aprovadas. Está tudo bem....?
Será que o Povo de Almada está assim tão contente ? Será que as lojas que fecham semanalmente em Almada não representam nada para o BE? Será que a morte anunciada do centro de Almada não mexe com o BE. Está tudo bem....?
Até o novo parque municipal mais caro que o Braga Parque, parece estar, também bem.
O povo não são os 48% de votantes, das ultimas eleições. São todos aqueles que já baixaram os braços com tanta ineficacia, que pagam impostos, IMI, Taxas absurdas, para que uns quantos que não fazem nenhum, usufruam de mordomias à borla.
É bom que arrepiem caminho (BE), porque caso contrário o estado de graça acaba-se, porque o povo é distraido, mas não dorme. E não está tudo bem.....
Se calhar nas próximas eleições voltam ao estado zero e passam a falar para o boneco, porque seguramente não vai haver ninguem a acreditar nas vossas “balelas”.
Paralelamente seremos forçados a ter que votar num qualquer “cromo” do PS, colocado para o efeito em Almada, de forma a tentar ter uma voz discordante na vereação.
BE, reflitam pois bem precisam, pois não está tudo bem.....

Anónimo disse...

Ermelinda manda o carlos dar banho ao cão. já não suporto esta criatura. deve ser um choramingas. votei no Bloco para almada. nunca mais enquanto estas criaturas helena e luis estiverem no bloco. o bloco acabou

Anónimo disse...

a cdu já consegiu, dar cabo do BLoco. eles são exímios- esta helena oliveira é um cromo e o luis parace que consegiu arranjar um lugar para o filho. parece!

Minda disse...

Anónimo das 10:33h

Em Almada a Oposição tem-se demitido das suas funções.
Discutem o “sexo dos anjos” e nada fazem. Mas se fosse só aqui.
O pior é que passam o tempo a fazê-lo nos próprios órgãos autárquicos.

Minda disse...

Anónimo das 13:31h

Abençoado seja o senhor.
Assim como os dirigentes do BE local.
Salve-se a maioria silenciosa dos aderentes do BE.
Protejam-se os iludidos eleitores do BE.
Ámen!

Minda disse...

A verdade…:

Gosto dessa sua expressão dos “absolutistas da verdade”.
De facto, para esta gente ter opinião é defeito. Expressá-la uma heresia. E se for publicamente, um crime de lesa pátria. Se me considerasse “dona da verdade” impunha identificação prévia e faria moderação de comentários, assim ninguém me chateava. Mas acontece exactamente o contrário. Agora não sabia é que estava impedida de contraditar opiniões…
E tem toda a razão quanto ao funcionamento dos partidos políticos. Nos plenários discute-se tudo menos estratégia política. A maior parte das decisões são assumidas pela cúpula de dirigentes quando não a título individual. E, depois, fala-se como se fosse o pensamento da maioria. Não me façam rir que isto é triste demais.
E seria bom que o BE tivesse coragem suficiente para assumir, publicamente, qual é a posição oficial do partido sobre todas as ilegalidades que ao nível da gestão de pessoal têm vindo a ser denunciadas, explicando as razões pelas quais não conseguem apresentar uma palavra de solidariedade com os trabalhadores vitimas de mobbing.

Minda disse...

Anónimo das 14:58h

Obrigada pelas suas palavras no que se refere ao meu trabalho.
Mas no que se refere à HO não precisa de se referir a ela nesses termos. Sou bastante crítica em relação ao seu trabalho político na vereação, que considero estar a matar o BE em Almada, mas acho que a sua linguagem foi excessiva.

Minda disse...

Anónimo das 15:54h

Estou em crer que, infelizmente, também não é desta que ele/a irá ter resposta da parte do BE.
Parece que a preocupação deles é outra.
E ainda é capaz de ouvir dizer que está a mentir.

Minda disse...

Almerinda:

Apesar de ser evidente, ainda há os que pensam que se disserem que não muitas vezes seguidas acabam por convencer as pessoas que fazem “oposição construtiva”.
Só que o comportamento da vereadora não deixa quaisquer dúvidas.

Minda disse...

Zé Maneta:

O BE sempre teve um défice de comunicação. Interna e externa.
Mas no caso da oposição à CDU não comunicam nada porque, simplesmente, nada há a informar.
Lamentavelmente, os actuais dirigentes (por influência da UDP) têm estado a destruir aquela que era a imagem de confiança que o BE tinha junto da população.

Minda disse...

Anónimo das 19:02h

Já houve alguém que se encarregou de o fazer. E ele até respondeu que ia mesmo.

Minda disse...

Anónimo das 19:06h

Eles são exímios mas só o fazem se os visados se colocarem a jeito, como foi o caso.
Quanto à suspeita que lança, considero que os boatos sem provas são difamação. Por isso, é preciso cuidado.

Anónimo disse...

Caros Sr. Carlos Guedes e Dra. Helena Oliveira,

Ontem, dia 23 de Novembro de 2010 13:28, fiz-vos aqui mesmo, um desafio que consistia resumidamente a saber se estavam interessados em "tratar a sério os sérios problemas que corroem a cidade de Almada".

Aguardo serenamente que me respondam, isto claro, se estiverem mesmo interessados...

Na minha condição de trabalhador na Câmara, sei de muita coisa que a oposição digna desse nome tem que saber.

Casos de Polícia, corrupção, assédio moral, prepotência arrogante sobre os trabalhadores, contractos danosos, favorecimentos de empresas fornecedoras, luvas, etc.

Anónimo disse...

Caro anónimo das 11.18, porque é que insiste com os coitados do BE? Já ouviu que eles não querem nada com mudanças...
Assim é que está bem...á sombra da bananeira...ainda não percebeu que eles são os novos "Verdes"?

Minda disse...

Anónimo das 11:18h,

Não me pronunciei sobre o seu 1.º comentário (de dia 23, às 13:28h) por ter entendido que não me era dirigido. Todavia, perante esta segunda intervenção, aqui vai:

Sendo por demais certo que os visados não vão responder ao desafio que lhes lança, mais não seja por ele estar a ser feito aqui neste blogue, sugiro-lhe que faça o mesmo desafio através do e-mail almada.bloco@gmail.com.

E, se assim o entender, envie (em simultâneo) a mensagem aos outros partidos da Oposição: PS, PSD e CDS.

Depois, aguarde para ver quem é que tem coragem de ouvir o que tem para dizer, analisar as provas que terá e tentar agir em conformidade.

No final, pode sempre vir aqui contar os resultados. E se quiser, em nome da Plataforma de Cidadania, informo que estamos disponíveis para reunir consigo. Basta que nos contacte através do seguinte endereço:
almada.plataforma.cidadania@gmail.com e, em conjunto, veremos o que é possível fazer.

Minda disse...

Anónimo das 12:20h

No BE, mais tarde ou mais cedo, vão ter de, publicamente, tomar uma posição sobre uma série de questões, bastante graves, que se estão a passar na CMA e nos SMAS. Seja em apoio declarado à CDU ou não! Assim tenham coragem de se assumir.

Por isso, é bom que apareçam almadenses a questioná-los. A exigir que se pronunciem. Só assim acabaremos por perceber de que lado querem estar, mas de forma transparente e assumida. Sendo que o silêncio dos dirigentes locais do BE é já em si uma resposta bastante clara.

E não precisa sequer de ser através deste blogue. Têm ao seu dispor outros meios: uma página própria na Internet, agora até outra no Facebook, existe a possibilidade de um artigo de opinião no "Notícias de Almada" e os clássicos comunicados à população.

Para quem tem dirigentes que são tão ligeiros a falar de cobardia, vamos lá ver até onde vai a coragem deles própios (se é que a têm).

Anónimo disse...

"...tiques fascistas por parte dos dirigentes..."
Tiques?

Anónimo disse...

"...prepotência arrogante sobre os trabalhadores..."
Mais uma verdade. E numa Câmara PCP.

Minda disse...

Anónimo das 14:55h

Infelizmente é, de facto, em vários casos, muito mais do que tiques.

Minda disse...

Anónimo das 14:58h,

Parece que além da CDU só o BE não quer ver essa triste realidade.

Anónimo disse...

São de fazer correr as lágrimas de tanto rir estes comentários... ahahahah
O be ainda existe? Foi uma moda da direita enquanto deu jeito, foram levados ao colo, apoio popular, nicles.
Nem para dar banho ao cão prestam!!!

Related Posts with Thumbnails