sábado, 18 de setembro de 2010

Se a mentira pagasse impostos, a CMA já tinha ido à falência!


A propósito do conteúdo do artigo inserido no jornal local Notícias de Almada, de 17 de Setembro, cumpre-me, a bem da verdade, esclarecer três aspectos que a seguir se enunciam.


A avença que a Câmara Municipal de Almada mantém com o Presidente da Junta de Freguesia de Almada, já havia sido assinalada pela IGAT (a quando da inspecção realizada em 2006 e que abrangeu o período de 2001 a 2005) – logo, começou muito antes das obras do MST – e mantém-se até ao presente (2010) – muito depois de as referidas obras terem terminado.



O objecto do contrato, segundo informação da própria autarquia à BASE.GOV (plataforma de contratação pública) é a «prestação de serviços de supervisão de trabalhos de construção» sendo que é a própria CMA que, em documento oficial, classifica o tipo de serviço prestado por Fernando Mendes como de “engenheiro”.

Quanto ao grau académico do visado, se o contrato o não refere, o mesmo não se pode dizer do Boletim Informativo ALMADA (edição da Junta de Freguesia), de Setembro de 2010, onde a profissão de Fernando Mendes é expressamente indicada como sendo a de “engenheiro de máquinas”.


CONCLUSÃO:

«O que nos incomoda, é alguém usar outros canais para emitir juízos de valor sobre coisas que não conhece em profundidade, fazendo, assim, julgamentos na praça pública com o propósito de denegrir pessoas e instituições” afirma o responsável pelos Recursos Humanos da CMA.

Como as provas aqui apresentadas o demonstram, quem parece que, afinal, não sabe do que está a falar é o senhor vereador José Gonçalves. E, ao contrário daquilo que quer fazer crer aos leitores do jornal, a autora deste blogue não pretende denegrir ninguém mas apenas denunciar situações pouco claras ao nível da gestão autárquica do concelho, apresentando provas documentais para o efeito.

É caso para dizer que, se a mentira pagasse impostos, a CMA já tinha ido à falência!



Veja, também, os artigos relacionados:
Engenheiros virtuais… ou nem isso!
A ética em três coincidências.

53 comentários:

Anónimo disse...

Voltando ao caso do não-engenheiro, o cidadão Ramiro Cipriano Rosado Norberto:

Consultando o D.R. n. 47/2003, de 25 de Fevereiro, pode ler-se no Aviso de abertura do Concurso ao qual o dito cidadão foi candidato, e veio a ser seleccionado:

7 . São requisitos legais de admissão:
a) Licenciatura;
b) Integração em carreira do grupo de pessoal técnico superior;
c) Seis anos de experiência profissional em cargos inseridos
em carreira do grupo de pessoal a que alude a alínea anterior,
ou serem detentores do cargo de chefe de divisão.
8 . São condições preferenciais consideradas necessárias ao desempenho
do cargo as seguintes:
8.1 . Nas habilitações . possuir curso superior que confira o grau
de licenciatura em Engenharia Mecânica . Manutenção ou Engenharia
Civil.
8.2 . Na experiência profissional . experiência na área de actividade
para a qual o concurso é aberto, nomeadamente em autarquias
e em redes de água e esgoto.

Ora, o senhor em causa não está autorizado a exercer, sequer a utilizar quer o título de Eng., quer o de Eng. Téc., tal como já é sabido nas respectivas organizações.
Sendo assim, como se pode candidatar?
Quem, no seu juízo perfeito, “queima as pestanas” para tirar uma Licenciatura ou Bacharelato e a seguir não se vai inscrever nas respectivas entidades que o autorizam a exercer a profissão?

Temos que concluir que à frente desse Dep. Municipal, onde era preciso um Engenheiro Mecânico ou Civil, está um falso engenheiro, tendo roubado o lugar a um (ou mais) candidato(s), esses Engenheiros mesmo com Licenciatura.

Anónimo disse...

Eu entendo a opção de contratar um sr que só sabe ler os desnhos e falar com as pessoas.
se escolhessem um engenheuiro mesmo, ele podia descobrir as trafulhices na obra, e lá tinham que por outro de castigo....

Fernando Miranda disse...

"A avença que a Câmara Municipal de Almada mantém com o Presidente da Junta de Freguesia de Almada, já havia sido assinalada pela IGAT (a quando da inspecção realizada em 2006 e que abrangeu o período de 2001 a 2005) – logo, começou muito antes das obras do MST – e mantém-se até ao presente (2010) – muito depois de as referidas obras terem terminado.", escreve sem vergonha a senhora dona deste blog.

Esta senhora é mesmo ignorante, e toda a razão tem o Sr. Vereador José Gonçalves naquilo que diz ao jornal Notícias de Almada.

Esta senhora só anda aqui para denegrir pessoas e instituições, nada mais.

Esta senhora nem sequer sabe (nem se informa) quando é que começaram as obras do MST.

Esta senhora nem sequer sabe (nem se informa) que as obras do MST ainda não acabaram, de facto!

Esta senhora só sabe deturpar, mentir, denegrir e fazer demagogia barata. É, ela sim, uma absoluta e verdadeira fraude!

E que dizer de alguém que abandona os cargos para os quais foi eleita pelos cidadãos - sim, pelos cidadãos -, dando-lhes assim uma facada pelas costas, apenas porque o seu Partido não a apoiou, como ela bem tentou, nesta sua cavalgada de tentativas de "assassinatos de carácter" em que se decidiu lançar? Que dizer dessa atitude senão de que se trata de uma traição baixa aos eleitores que depositaram nela a sua confiança?

Por isso, ninguém de perfeito juízo e saúde mental acredita nesta senhora, que tem que se desdobrar em anónimos múltuplos, repetindo coisas que já publicou noutros espaços, de modo a ainda se conseguir fazer ouvir a si própria.

O que esta senhora tem vindo a fazer ultrapassa todas as marcas do bom senso. É doentio! E é doença, de certeza absoluta!

Alberto Santos disse...

Dra. Ermelinda:
Logo a seguir, na listagem de avençados, vem outro engenheiro falso, o Mário José Brandão Martins Alves, que ainda recebe maior quinhão.
Tanto quanto sei, o único Engenheiro mesmo é o Válter Lúcio, por acaso o mais mal pago, o que só confirma a inversão de valores de que a CMA padece, no que toca a política de pessoal: quanto melhor, menos se paga; quanto pior, maior salário!
Tal é o complexo de que sofrem os responsáveis dos Recursos Humanos.

Alberto Santos disse...

Ao Sr. Fernando Miranda, candidato a "palhaço-de-serviço" em regime de substituição:
O Sr. deve ser dos tais a quem basta ser examinado pela Senhora auxiliar de enfermagem, quando vai ao médico.
Ela já sabe ler os instrumentos, os relatórios de diagnóstico, até sabe falar com as pessoas, por isso é a pessoa ideal para acompanhar a doença do Sr. Fernando Miranda...

Termino, desejando-lhe muita saúdinha e nada de doenças...

Anónimo disse...

Ao Sr. Fernando Miranda:

Para V. exa., o que é mais importante: as datas de início e conclusão das obras do Metro, ou a injustiça de estar uma Autarquia a pagar como Engenheiro (segundo os seus próprios documentos) a quem não o é?
O Sr. acha doentio publicar documentos oficiais, tipo D.R.? Acha doentio falar verdade?
Com todo o respeito, doença tem o Sr., que inverte a importância dos assuntos, só para varrer o lixo para debaixo do tapete.
Abra os olhos, há mais horizonte para lá da D. Emília.

Aqui ninguém está a dizer que o Sr. Fernando Mendes, notável ignorante de engenharia, foi nomeado para que outros mais espertos que ele pudessem receber luvas da obra, incluindo o próprio P.C.P. - isso sim, teria ainda que ser demonstrado.

Aqui apenas se diz, e é verdade, que é tratado e pago pela CMA como Engenheiro sem o ser. MAIS NADA!

Anónimo disse...

Bicicletas em Almada??? Onde estão ???

Um deserto às seis da tarde???

Se equivoca, é um deserto o dia todo.

E os palhaços dos comerciantes,no Almada Fashion???

A anormal,flipada e parasita da Emilia com seu discurso da mobilidade (inmobilidade] ) que arruinou o comércio nesta feia, suja e corrupta terra que é Almada ao lado do presidente da Associação de comércio que é igual que o antigo presidente, não faz nada novo, só repetir as mesmas estupidezes e sair na fotografia para propaganda da flipada Emili.

Zé Gonçalves disse...

Se a mentira pagasse imposto, os almadenses, já não teriam uma das água mais caras do País, já não pagavam das taxas mais altas do País;
Pagariam já a água e as taxas a mais do dobro do máximo do resto do País.

Desculpe emendá-la, Dra. Emília, não seria a Câmara de Almada a ir à falência, mas sim boa parte dos explorados munícipes!

É sempre o mexilhão que ...

Zé Gonçalves disse...

Desculpe Dra. Ermelinda Toscano, ter-lhe chamado Emília, mas é do sono que perco com todos estes escândalos à minha volta.

Desculpe, foi sem querer insultar!

Directório do KGB - Almada disse...

Tou a ver que voltamos ao mesmo de ontem!
Assim, isto só lá vai com todos os Anónimos na cadeia!
O povo de Almada, liderado pela nossa querida camarada assim o exige.
O povo elegeu a camarada em eleições livres, para que ela possa fazer tudo o que lhe apeteça a ela e aos camaradas de confiança.
Não vão ser estes Anónimos que vão coratar o passo à nossa querida lider.

Tudo pra cadeia, já!!

Fernando Miranda disse...

Sr. Anónimo das 10:21,

O que é importante, para mim, é que quando se acusa alguém de alguma coisa séria, se fale, pelo menos, com verdade. Isso é que é importante. Ora a senhora dona deste blog não fala com verdade, porque é ignorante, expressa a sua ignorância em toda a sua dimensão, mas não se exime a servir-se dessa ignorância como se de verdade se tratasse, para acusar outros.

O mesmíssimo acontece com os D.R. que o Sr. Anónimo refere. Tudo isso é manipulado, de forma tosca, aliás, pela senhora dona deste blog. Qual é a verdade que está nesses diários da república, Sr. Anónimo? Qual? A "verdade" a que o Sr. Anónimo se refere é certamente a que pretende ser dada, depois, pela interpretação capciosa e maliciosa da senhora dona deste blog sobre o que está publicado em D.R. Mentindo e deturpando! Documentos? Quais documentos? O que aqui tenho visto são apenas suposições, argumentações especulativas em torno de delirantes interpretações de textos do Diário da República. Documentos? O Sr. Anónimo chama a isto documentos? E ainda mais, documentos verdadeiros?

Isto é que é importante para mim, entende Sr. Anónimo!

Quanto à sua verdade, não me interessa rigorosamente nada. Fique com ela toda para si, e satisfaça-se. Seja muito, muito feliz!

Anónimo disse...

Ao Sr. Fernando Miranda:
1. Tenho que ser Anónimo aqui, porque já vi demasiados camaradas meus sofrerem as retaliações de não alinharem com as verdades "decretadas" na CMA, onde trabalho.
2. O que o Senhor agora diz, é mera repetição do que já tinha dito, e deixe que lhe diga: não é por dizer muitas vezes a mesma coisa que passa a ter razão.
3. Não sei se para o Senhor, os D.R. não são documentos, para mim, são!
4. Mas apesar de tudo, deixe que lhe diga que ser ou não ser Engenheiro quando se "fiscaliza" uma obra faz toda a diferença, como ser ou não ser cirurgião fará numa qualquer intervenção cirúrgica. Ou anestesista.
Experimente ir a um falso dentista tratar dos dentes…
Poderá V. Exa. dizer (tentando assim convencer os mais incultos) que fiscalizar não é o mesmo que fazer. Engano seu, para fiscalizar é necessário saber fazer mais e melhor que a entidade fiscalizada. Nas Sociedades civilizadas, chega-se a FISCAL depois de toda uma carreira brilhante como executante, daí estar qualificado para fiscalizar.
Mas, em Almada, e com a sua “ajuda” e colaboração é tudo ao contrário: o fiscal sabe menos que o fiscalizado… Isto só pode ter uma consequência: OBRAS MAL FEITAS, como já conhecemos diversas em Almada…
Os Fiscais honestos e competentes da CMA estão de castigo, ganham mal e porcamente, são ultrapassados por estes PARASITAS que nada sabem, a não ser RECEBER AQUILO QUE NÃO PRODUZEM.
Afinal, onde estão as deturpações? Apenas ,na sua cabeça certamente!

Não sou feliz, como quase todos os meus camaradas espezinhados na CMA, sistematicamente ultrapassados pelas famílias de padrinhos, madrinhas e afilhados e afins.

Mas vou ser, quando os vir a pagar pelo mal que tem feito a Almada!

Fernando Miranda disse...

Sr. Anónimo das 12:48,

1. O Sr. é Anónimo aqui e onde quiser, que isso a mim não me interessa rigorosamente nada. Por isso, não tente justificar-se demagogicamente, porque comigo essa não pega.

2. Quanto a mentir ou não mentir, quem é o senhor para concluir que uma pessoa qualquer não é o que diz ser, e não é competente, apenas porque não está inscrito numa ordem profissional qualquer? Porque este é o ÚNICO argumento da senhora dona deste blog (em relação ao caso vertente e a muitos outros que aqui tem trazido ...). O que a preocupa é a questão meramente formal - aliás contestada por milhares e milhares de engenheiros de grande qualidade profissional em todo o país! - imposta por uma lei que se calhar até devia ser reponderada. O que preocupa a senhora dona deste blog não é a qualidade inteínseca do trabalho que é realizado, mas se se tem ou não o nome inscrito numa porcaria de papel qualquer de uma organização profissional que, tanto quanto sei, nem sequer é uma instiuição de ensino! É isto que eu chamo deturpar, manipular e mentir, é isto que eu critico e condeno.

E pergunto-lhe: achava bem que eu aqui dissesse que alguém licenciado em Geografia e Planeamento Regional é profundamente incompetente para dirigir um Departamento de Cultura? Achava que eu tinha razão? Olhe que sei do que falo, garanto-lhe!

3. Mas ainda vou mais longe, Sr. Anónimo. A senhora dona deste blog não tem pejo nenhum em chamar mentiroso - dizer que não sabe do que fala é o mesmo que chamar mentiroso - ao Vereador José Gonçalves, usando ela própria argumentos que são, eles sim, falsos e mentirosos. Aliás, foi isso que me trouxe aqui e motivou o primeiro comentário que aqui deixei: como é que a senhora dona deste blog pode dizer que o Sr. Vereador não sabe do que fala, quando é ela própria que ignora a data de início das obras do MST e ignora que essas obras não terminaram ainda? Como, explique-me lá Sr. Anónimo, é que uma posição destas pode ser considerada honesta e verdadeira.

4. Quanto ao seu sentimento de vingança, ele é perfeitamente natural em gente da sua laia. Portanto não me espanta que o Sr. queira perseguir quem não gosta, e esteja à espera do momento certo para o fazer.

É, também, o que a senhora dona deste blog está a fazer de há uns tempos a esta parte, por isso ficam bem um para o outro.

É, também, o que muitos têm feito na história da humanidade por esse mundo fora, normalmente em nome de qualquer coisa que é sempre pior para as pessoas, para os cidadãos, para os povos (como os ditadores, sim, Pinochet, Hitler, etc, que esperaram o seu momento certo para se vingarem!).

E também já percebi que o Sr. Anónimo tem "camaradas", por isso não é difícil perceber onde se situa ... partidariamente falando. Estamos entendidos?

Anónimo disse...

Sr. Fernando Miranda:
V. Exa. parece ter um problema com as Leis do seu País. Acha que umas (as que lhe são favoráveis) são boas. Quanto às outras são meros papéis sem significado.

Assim se vê como o Senhor é um grande democrata...

Deixe-me dizer-lhe algo que talvez não entenda, devido ao seu "deficit" democrático: a mim não me move qualquer sentimento de vingança, eu sou dos que aguarda que a Justiça actue e puna os criminosos.

Vingança é um sentimento próprio dos fracos, que sempra trabalham nas costas de Lei.
Não digo que seja o caso de V. Exa., mas gostava de saber o que faria se pessoalmente perseguido e condenado numa CMA que foge da Democracia como o Diabo da cruz.

Compreendo a sua dificuldade em entender-me porque faz parte da elite não eleita mas que tomou de assalto o poder na CMA.

V. Exa. ou é padrinho, ou madrinha, ou afilhado, por isso tem tanta dificuldade em perceber coisas simples do ponto de vista do explorado pelo social-fascismo que impera na CMA e SMAS.

Anónimo disse...

... ou será que o posso tratar por FERNANDO MENDES, afinal o nome pelo qual é mais conhecido?

Anónimo disse...

Voltámos ao mesmo. Assim não vamos lá!
Parece-me que, de uma forma geral, quem qqui acede e participa, pretende ser esclarecido e esclarecer.
As informações da autora são fundamentadas e compreensíveis. São comentadas conforme o estilo próprio de cada um, dentro do âmbito da expressão que é comum à blogosfera.
Porém, e como é absolutamente natural, surgem alguns comentários que exprimem agastamento em relação às informações da autora e a ela própria.
Proveitoso seria que quem entende que a autora tem pretensões adversas à intenção de participação pública activa (mais ou menos ocultas ou não confessadas), fundamentasse as afirmações, a que tem direito, em documentos idóneos que desmintam, eles próprios, os que aqui são apresentados pela autora.
Atribuir intenções maliciosas à autora e tecer todo o "discurso", tão só dentro desta premissa não dá em nada, não esclarece nada, não tem utilidade.

Anónimo disse...

O comentário das 15:16 é de Fernando Miguel

Fernando Miranda disse...

Sr. Fernando Miguel,

Ao anónimo que não espera vingança, mas que espera vingar-se, dei por terminadas as minhas respostas. Como ele só é capaz de insultar, não vale a pena alimentá-lo mais. Nem mais uma palavra, apenas uma pergunta: será que posso tratá-lo por Eduardo ...?

Agora a si, Sr. Fernando Miguel, digo-lhe com toda a franqueza que lhe fica mal tamanha ingenuidade. Ou será falsa ingenuidade? Será apenas para atirar areia para os olhos das pessoas?

Eu não fundamentei o que disse relativamente à senhora dona deste blog, Sr. Fernando Miguel? Então eu não disse que ela não sabe do que fala - e não sabe mesmo, com provas irrefutáveis do que afirmo? E o sr. sabe? Sabe quando é que começaram as obras do Metro? E quando é que acabaram? O sr. sabe? É que a senhora dona deste blog não sabe, mesmo. Mas finge que sabe, e arma-se em esperta. Acha que isto é sério, Sr. Fernando Miguel?

No fim destas contas todas, eu é que tenho que fundamentar ainda mais o que digo, ou será o senhor quem só anda aqui mesmo para tentar "salvar a honra" da mentirosa da senhora dona deste blog? Com tanta falsa ingenuidade e bonomia não vai lá, não Sr. Fernando Miguel.

Fernando Miguel disse...

Não trato aqui de "salvar a honra" ou o contrário de quem quer que seja.
Não conheço, sequer, a autora do blog, para me poder abalançar a ser seu defensor, nem, tão pouco, é nada disso que está em causa.
Poderá, até, verificar que em comentário a um dos "posts" da autora(o que tem a ver com a renúncia) exprimi o meu desacordo pela diferença de invocação entre o texto que a Ermelinda Toscano dirigiu aos eleitores e um outro que apresentou ao PMAM.
Nada me impele em estar, por sistema, de acordo ou desacordo com ela ou com qualquer outra pessoa.
Ingénuo ou não, e admito uma ou outra condição, formo a minha opinião, pelo que se me afiguram ser os factos e a sua consequente interpretação.
Tenho que dizer, contudo, que reconheço e aprecio o desempenho da Ermelinda Toscano, porque reputo que ele é desenvolvido como serviço público.
Ficamos, então, num beco sem saída!?
Não posso adivinhar o desfecho que os casos e os procedimentos aqui denunciados possam vir a ter, isso depende de factores que, dificilmente, poderemos acelarar condicionar ou influenciar.
Já que não há forma de haver consenso sobre o que está em causa (estou a pensar na generalidade do que tem sido publicado), far-se-á esse consenso se a decisão/deliberação couber a um árbitro, isto é, ao que a justiça ou outra instituição competente, concluir?

Anónimo disse...

Quem fiscalizou as obras do Braga Parques?

Pombeiro disse...

Os pombinhos tiveram ordem de voar!
A dona do pombal está aflita a ver e sentir que vai ter de mostrar os ovos escondidos?
Parece que as crias irão procurar a protecção da mãe em breve...e mãe é mãe...
A Fátima Felgueiras parecerá uma santa quando comparada com esta pombinha algarvia e maliciosa...
O visado da notícia, Fernando Mendes, tem recebido a reforma e a avença milionária da CMA para exercer uma função para a qual não tem a mínima habilitação!
Construiu a carreira meteórica do filho nos SMAS e temos de aceitar isto?
Belos conceitos de Liberdade e cidadania têm estes caciques...
Ou será que vivemos ainda no tempo dos curandeiros e xamãs?
O nepotismo vai acabar...
O Ícaro também quis voar...
Almada está a mudar e continuará a promover a mudança para uma cidadania que merece.
Força Minda e sua equipa.

Anónimo disse...

O vereador tem uma grande dose de ridículo.

Para anotar falhas o homem "engenheiro"estava muito bem pago.

Quantas vezes nos foruns apelidaram esse "contratado" de engenheiro?

Anónimo disse...

....mulheres, irmãos, primos, tios dos chefes de divisão na Câmara.mais que muitos...

Anónimo disse...

O J.G. assina agora como Fernando Miranda, já não há pachorra.O mestre pombeiro é o protótipo da bufaria do PCP de almada. Esta encomenda era apelidado de bufo do PCP nos serviços técnicos.a imilia levou-o para perto dela. o pcp de almada aprendeu muito com a PIDE

João disse...

Quero dar o meu contributo,como municipie,que sempre viveu do seu trabalho.

O Srº Fernando Mendes,Presidente da junta de Almada,quer esconder
algumas verdades irrefutáveis.

1ºFoi eleito nas listas da CDU.

2ºNão é Engenheiro.

3º Têm uma avença com CMA de 2.615€
mês,31.380€ ano.

4º O seu filho Carlos Mendes é Chefe de Divisão R.H. SMAS.

Agora quero deixar algumas perguntas?

1ºSe o PS vencesse as eleições
para a junta, o seu candidato será que tinha esta avença?

Resp: Claro que não,não é do "partido",mas tinha todos os requisitos do contrato.

2ºO srº Fernando Mendes,quando solicitado pela OE e a ANET,na fase
do inquérito vai dizer as suas Habilitações?

Resp:Claro que vai porque se mentir incorre em processo crime,punivel até 8 anos.

3ºQual o motivo de a CMA,ter uma avença com o Srº Mendes no valor ano 31.380€, desde 2001?

Resp:As avenças são uma forma de prestação de serviços pontuais e para um tempo relativamente curto.
Ora a verdadeira motivação desta avença é uma benesse do "partido"
porque a duração têm quase 10 anos.
Também é uma forma de aumentar os rendimentos a dois elementos do "partido" que estão na junta.

Outro assunto que é relevante é o oportunismo politico,e a demagogia desde srº que quando o ouvimos falar em nome dos trabalhadores,que ganham 500€,que ficaram sem escola,que a fabrica fechou,vive faustosamente com um IRS superior a 50.000€ ano,excluindo o património pessoal,
á custa do erário publico.

Relativamente ao filho do srº Mendes como responsável dos RH SMAS,pelo que consta parece-me que vai ter muitos problemas e muitas coisas para explicar.

Para terminar gostaria de que os Partidos da oposição tivessem uma
capacidade de tornar publico estas situações muito duvidosas.

Os R.H. da CMA e SMAS foram nestes 35 anos um instrumento do pcp para aumentar de forma "tentacular" a
fixação de alguma parte do seu eleitorado,e uma agência de emprego do pcp.

A investigação que vai ser desenvolvida pelas entidades competentes nos SMAS e CMA vão confirmar, que é um caso de policia e não irregularidades administrativas.

Esperemos serenamente.

trabalhador dos SMAS disse...

João:
1.000 % de acordo.
Bem Haja!
Dessa gente, há muito mais a contar às autoridades, a seu devido tempo.
Nós, dentro da CMA, sabemos bem dos "truques"; assim nos perguntem, que a gente explica.

Catarina Eufémia disse...

Ao Sr.Fernando Miranda este sr.Fernando Mendes além de não estar inscrito em nenhuma ordem, o mais importante é que não é detentor de nenhuma licenciatura, nós bem sabemos. Ele se è inocente que se retrate uma vez que é os nossos impostos que pagam o salário a esse logro.
As ORDENS PROFISSIONAIS servem para certificar os licenciados, por exemplo em Engenharia, Medicina, Direito, Arquitectura,etc e da sua competência técnica para o exterior. Quem não tem orgulho de pertencer a uma Ordem?
Os chamados juristas só o são porque chumbaram no acesso à sua Ordem por isso não podem exercer Advocacia.
O Médico só pode exercer se for membro da Ordem.
Conclusão:
AS ORDENS PROFISSIONAIS SÃO O GARANTE DOS ACTOS PRATICADOS PELOS PROFISSIONAIS NELAS INSCRITOS.
Gostaria de perguntar ao vereador J.Gonçalves e a si porque é que a C M A exige que um canalizador só possa exercer se for autorizado pela Câmara.
Compreendeu??????

Estou farto destes assaltantes disse...

É muito preocupante a mudez dos partidos PS PSD e BE relativamente aos indecentes casos denunciados no Infinitos e outros que existem.
Será que alguns dos seus militantes, familiares, parentes, afins, companheiros etc, etc também beneficiam deste polvo?

Quer-me parecer que sim.
A lama é muita, abundante e fétida. Por isso o mutismo desses partidos e dos seus responsáveis em Almada.
Bonita democracia a que vivemos em Almada.
"Corajosa" e desonesta gente de democratas para com os almadenses.A única coisa que querem é viver o bem bom a xular os portugueses e os almadenses.
Democratas de meia tijela, desperdício da democracia.
Só isso justifica que Almada esteja durante 36 anos entregue a comunistas capitalistas que alimentam individuos desonestos politica e socialmente.

Lamentável solidariedade dos dirigentes partidários locais com a Maria Emília Neto de Sousa e grupo de capangas.

ANTIFASCISTA disse...

Como dizia o outro: "calma que o boi está a assar, dá-lhe mais um quarto de volta!"
O que é evidente para os cidadãos de Almada é que os políticos da oposição são muito pacóvios!
Usam os partidos e eleições como plataforma para outros voos pessoais e de maior relevo...
Não gostam nem gostaram que a autora deste blogue pugne pelas causas justas e de cidadania(dá-lhes trabalho que não sabem fazer nem têm as qualidades necessárias...)!
A Minda marcou a agenda política conseguindo expor a "pobreza franciscana" da qualidade dos eleitos ("carneiros")que só estão na política para se safarem e arranjarem um bom tacho...
Esta teia de criminosos na CMA/SMAS/PCP vai ter de ser exposta e julgada...

Anónimo disse...

Um dos revisas de seviço disse que a autora do blog estava a praticar "assassinatos de caráter", vindo do PCP só dá vontade do pessoal se rebolar a rir...

Minda disse...

Anónimo das 05:15h

Este tipo de pessoas que gostam de fingir o que não são não valem nada.
Mascaram o complexo de inferioridade que sentem (pois sabem que só conseguiram chegar onde estão não por mérito próprio mas com umas “cunhazinhas”) com atitudes prepotentes.
Na prática, são uns tristes.

Minda disse...

Anónimo das 9:18h

Para certos “serviços” é bom mesmo que quem fiscaliza não perceba nada do que vai fiscalizar. É como diz… assim deixa passar o que lhes convém.

Minda disse...

Alberto Santos:

Também tinha reparado nesse pormenor.
O complexo a que se refere chama-se “dor de cotovelo” mas inveja também serve.

Minda disse...

Zé Gonçalves:

Está desculpado. Mas pode tratar-me apenas por Ermelinda.

Minda disse...

Anónimo das 12:48h

Obrigada pela sua excelente explicação. Um dos melhores contributos hoje recebidos.

Minda disse...

Fernando Miguel:

Obrigada pelas suas palavras.

Quem quer perpetuar a ditadura social fascista da CDU em Almada (e são muitos que o querem dado os benefícios que têm vindo a receber ao longo dos tempos) é óbvio que condena a denúncia pública das arbitrariedades cometidas ao nível da gestão da CMA.

E, dificilmente entenderá que o objectivo desta equipa é tão só e apenas prestar um serviço de cidadania. Porque a informação é um direito e a transparência um princípio dos quais não abdicamos. Pela democracia e pela liberdade.

É verdade que não nos conhecemos pessoalmente, mas dada a troca de correspondência que tem havido entre nós, sobre este tipo de questões (de gestão autárquica) já deu para perceber que partilhamos muita coisa.

Minda disse...

Anónimo das 18:31h

Se calhar terá sido um avençado sem competência para o efeito.

Minda disse...

Pombeiro:

Pois é, no jornal alguém diz que o senhor não acumula nada a não ser as funções que o eleitorado lhe conferiu, esqueceram-se foi de dizer que ele é reformado e recebe uma avença mensal muito superior àquilo que ganharia como Presidente de Junta.

Obrigada pelo voto de confiança.

Minda disse...

Anónimo das 18:48h

Ao contrário de si acho que o Sr. Vereador não tem qualquer senso do ridículo. Se o tivesse não afirmava que, sabendo nós que o homem ganha 2.652 euros/mês, que o homem se limitava a anotar as anomalias detectadas e a reportá-las à comissão permanente. Um serviço muitíssimo bem pago. Aliás, de forma escandalosa atrevo-me a dizer.

Minda disse...

Anónimo das 19:06h

Qualquer dia faço a “árvore genealógica” dos recursos humanos da CMA e dos SMAS.

Minda disse...

João:

Muito obrigada pelo seu elucidativo comentário.
Concordo inteiramente consigo:
«Os R.H. da CMA e SMAS foram nestes 35 anos um instrumento do pcp para aumentar de forma "tentacular" a fixação de alguma parte do seu eleitorado, e uma agência de emprego do pcp».
Mas permita-me apenas uma pequena correcção: as avenças não são para cumprimento de actividades pontuais… esses são os contratos de tarefa.

Minda disse...

Catarina:

Concordo consigo. E destaco uma grande verdade que você disse: «As ordens profissionais são o garante dos actos praticados pelos profissionais nelas inscritos». Pedir aos medíocres que entendam isso, é demais.

Apenas um pequeno esclarecimento: há licenciados em engenharia e em direito, por exemplo, que não pretendem exercer engenharia ou advocacia e, por isso, não precisam de estar inscritos nas respectivas Ordens. Não deixarão, por isso, de ser bons profissionais nas áreas onde estão inseridos.

Minda disse...

Estou farto:

O silêncio dos partidos da oposição é, de facto, preocupante.
Tem-lhes faltado a vontade e o conhecimento para agir.
Desconhecem as competências dos órgãos onde estão inseridos e confundem interesses pessoais com a prossecução do interesse público.

Minda disse...

Antifascista:

Haverá excepções. Poucas, mas há. Felizmente!
Todavia a maioria não está para se envolver demasiado. Seja porque não tem conhecimentos específicos, ou por lhe faltar vontade para o efeito. Lêem os documentos na véspera das reuniões, votam no vazio e produzem discursos ocos.
Se todos cumprissem as atribuições que lhes cabem, se servissem dos instrumentos ao seu dispor, decerto teríamos órgãos autárquicos muito mais interventivos e muitas das ilegalidades cometidas não teriam ocorrido.

Minda disse...

Anónimo das 22:29h

Assassinatos de carácter? Coitados!...

João disse...

minda:

Têm razão quando diz que para trabalhos pontuais requisita-se tarefeiros,mas talvez não me tenha explicado bem, o meu raciocinio.
Voltemos então:
A questão que se coloca é se têm lógica contatar-se um avençado para 10 anos,ou colocar-se alguem do quadro.
Parece-me muito desesjustado o avençado,e confirma o "roubo ao erário publico.

O sr Mendes nos ultimos 4 anos auferiu da avença 125.000,00€
(leram bem) e é o grande arauto e defensores dos trabalhadores.

Parece-me que isto ultrapassa toda
o respeito pelos municipies,e considero ofensivo para os trabalhadores,quando este individuo pronuncia qualquer palavra em nosso nome.

Aguardemos serenamente.

Trabalhador dos SMAS disse...

Hoje todos os trabalhadores são obrigados a fazer greve, caso não façam vão ser severamente penalizados.Eu faço por medo de retaliações mas desafio a Dra.Ermelinda para mais tarde fazer a comparação das classificações e da progressão na carreira com os devidos concursos.
Fazendo greve tenho a garante de receber algumas horazitas sem as fazer que é muito bom em extras para alimentar a família.

Anónimo disse...

fazer greve? então os chefes de divisão e directores de departamento da cma, nos últimos 20 ano ficavam em casa e não lhes é descontado o dia de greve. trabalhadores acordem...

Anónimo disse...

Nos documentos apresentados aparece um nome conhecido... Doroteia... é filho ou marido de alguém?!

Minda disse...

João:

Colocar um trabalhador da CMA a fazer este trabalho?
E então como é que iam justificar uma avença para o camarada?
Isto é, de facto, andar a brincar connosco.
Mas pode ser que, a partir d'agora comecem a perder as peneiras.
Só espero que as entidades judiciais façam o trabalho que lhes compete.

Minda disse...

Trabalhador dos SMAS:

Ora aí está um estudo interessante.
Depois desta fase, vou começar a investigar...

Minda disse...

Anónimo das 10:36h

A greve é a oportunidade para dar um dia de folga extra ao pessoal dirigente.

Minda disse...

Anónimo das 10:51h

Doroteia? Não conheço. Se alguém souber quem é...

Related Posts with Thumbnails