terça-feira, 21 de setembro de 2010

Câmara Municipal de Almada faz lock-out

Portões fechados a cadeado e trabalhadores à porta (Vale Figueira)


Ontem foi dia de greve na Administração Local, convocada pelo STAL.

Em Almada, a taxa de adesão terá sido superior à média com serviços encerrados a 100%. Uma vitória dos trabalhadores, dirá o PCP.

E muito boa gente acreditará, pois de facto puderam constatar que a maioria dos sectores da autarquia não funcionavam (como podem verificar pela fotoreportagem inserida no final do artigo).

Todavia este é, pela enésima vez, um logro do STAL/PCP com a conivência da Câmara Municipal de Almada que autoriza os piquetes de greve a colocarem cadeados nos portões e a tomarem conta das instalações para impedir a entrada do pessoal.

Assim, independentemente da sua vontade, todos os trabalhadores são obrigados a aderir à greve num total desrespeito pela sua liberdade individual. Uma atitude antidemocrática e ilegal pois o lock-out é proibido, conforme assim o determina o n.º 4 do artigo 57.º da CRP e o artigo 406.º do Regime do CTFP (aprovado pela Lei n.º 59/2008, de 11 de Setembro).


O direito à greve é um direito mas o direito ao trabalho também. Contudo, estes sindicalistas parecem esquecer este facto.

E a Administração pactua com estes abusos e dá o seu aval. Mas sejamos francos. Fá-lo porque é o STAL e o PCP que está por detrás, caso contrário já teriam todos levado um processo disciplinar por "desobediência qualificada".

Vejamos agora quais são as consequências: aos trabalhadores que foram impedidos de entrar no seu local de trabalho, é-lhes descontado um dia de salário. A não ser que façam um requerimento a solicitar a respectiva reposição. Acontece, porém, que não havendo quem lhes confirme a presença no dia em causa (por não estar ninguém nas instalações) a prova é… substancialmente difícil, para não dizer impossível na maioria dos casos.

E quando a justificação é aceite, a Administração chega a levar cerca de seis meses a devolver o dinheiro aos trabalhadores. Por esse motivo, são vários os que desistem de reclamar contribuindo, dessa forma, para que a CMA acumule riqueza sem justa causa.

Pois é. Com estes dias de greve os trabalhadores lesados perdem, mas a CMA ganha. Nos seus cofres ficam umas largas centenas de euros em resultado dos vencimentos que não irá pagar.

Importante será referir que muitos são os trabalhadores que se queixam do clima de coacção e repressão psicológica perpetrado por alguns membros dos piquetes de greve e outros colegas, sócios do STAL e/ou membros do PCP, o que os leva a aderir à greve por medo de retaliações da Administração (são conhecidos diversos casos), mesmo tendo em consideração que o dinheiro de um dia de trabalho lhes faz imensa falta (de notar que este tipo de ocorrências são mais frequentes entre o pessoal operário que já aufere salários bastante baixos).

Será que os fins justificam os meios?
Será que a banalização da greve não é mais prejudicial do que benéfica?
Será que não existem outras formas de luta mais eficazes?
Será ético os partidos imiscuírem-se na luta sindical?


16 comentários:

Catarina Eufémia disse...

Dra.Ermelinda ontem uma leitora atenta do seu blogue disse:
"Coitados dos animais hoje dia de greve vão ficar sem comer", é verdade esta autarquia tem um grande défice de democracia, muito pior que o Estado Novo e pior que "buraco económico em que o País caiu".
Vamos relembrar a este novo "Estado Novo" o seu hino;
"Libertemos sem demora os companheiros da masmorra heróis supremos da batalha".
Uma vez que eles acorrentam a vontade de todos com uma velha máxima:
Ou és a favor e tudo bem , ou és contra e não interessas.
Está na hora do Povo Almadense 92% correr com esta corja de malfeitores que tudo dizem fazer pela igualdade.
Não respeitam a vontade de cada um, obrigando-os a fazer greve, não os deixando entrar o que é gravíssimo e contra a lei.
A talho de foice está aqui uma boa altura para o tribunal de contas verificar as horas extras do pessoal de elite para compensar o não recebimento de ontem.
"Cortai o mal bem pelo fundo"

ANTIFASCISTA disse...

Assim se vê a Democracia destes Social Fascistas!
Querem obrigar os trabalhadores a fazer greve...se não fizerem greve são vítimas de chantagens e violências nos seus locais de trabalho...
Mais grave porém é a atitude conivente da CMA/SMAS que num estado de direito não respeita a Lei...
Foi desta forma (greves a torto e a direito contra qualquer governo) que conseguiram dar cabo do emprego no concelho de Almada!
Almada merece mais e melhor do que esta corja de criminosos (PCP) têm feito por Almada!
O Povo Unido tem de se rebelar contra este nepotismo e terá de entregar à justiça estes pulhas...
Abaixo o Social Fascismo do PCP em Almada.
Viva a Liberdade.

Belzebu disse...

Bom Dia seus malandrecos

Então ontem fizeram greve,faltaram ao trabalho ou não houve trabalho devido ao lock-out?
A CMA/SMAS já fez as as contas ao que poupou em salários?
E vai dividir irmanmente, sob a forma de horas extraordinárias, pelo pessoal que merece(tem cartão do partido com quotas em dia ou é familiar de quem interessa)?
Enfim, um "glorioso dia de luta".
Esto a topar a marosca?

João disse...

Tive a confirmação da entrega, hoje na Procuradoria Geral da Republica,de 2 processos para uma possivel abertura de inquérito por ilicitos criminais no ambito de
da gestão de recursoso humanos CMA/SMAS.

Espero que as provas entregues cheguem para a abertura de um inquérito mais profundo e rigoroso,
vou ver muita gente aflita,porque têm que justificar muitas decisôes.

Existe outro depertamento que vai ter que ser investigado que é o do urbanismo, conseguiram com a ajuda de muita gente compilar outro processo que será entregue brevemente.

Aquilo que li parece-me que dentro de algum tempo vamos ter novidades,
bastantes "interessantes".

Aguardemos serenamente

Anónimo disse...

Até que enfim se faz alguma justiça, só 2 processos? Acredito que se começarem a puxar a linha vão cair muitos peixes na rede, resta saber se a limpeza que se espera vai se funda ou apenas um tapa buracos e tira daqui põe acolá. A Gestão de Recursos Humanos, ou melhor des-humanos, na CMA/SMAS é uma anedota, se realmente a Procuradoria Geral da República quer fazer algo de jeito, é fácil, muito fácil, folhas de ordenados dos funcionários dos últimos 20/30 anos, sim porque não pensem que a prevaricação é só dos últimos anos, dá trabalho mas está lá tudo preto no branco. As benesses, as faltas de benessess, as duplicações de ordenados em horas extraordinárias impossíveis de concretizar, a não ser que se tenha uma cama nalgum sitio, a triste história dos administrativos que demoram 30 ou 40 anos para atingir o topo da carreira, aqueles que lá chegam... as promoções rápidas, super rápidas e as super sónicas, e obviamente o mistério de a maior do pessoal dirigente ou técnico superior serem membros da mesma familia. Uma espécie de comunidade Amish, fica tudo em familia, porque o mundo lá fora é muito mau. E para não dar muito nas vistas fazem trocas, uns vão para a CMS outros para a CMA outros para os SMAS, depois revesam-se. Os que estavam nos SMAS vão para a CMS, e os que estavam na CMS vão para a CMA. Uma espécie de corridinho autárquico. Uma delicia de ver.

EMALMADA disse...

Onde e quando comunistas alguma vez foram democratas e respeitaram as pessoas?
Para se governarem na democracia e à conta dos democratas, vestem sempre a pele de cordeiros.
Mascaram-se, sem vergonha, de democratas.
Só enganam quem quer ser enganado ou finge ser enganado.

Anónimo disse...

Provavelmente o chulo do Janeiro, o tal que dizia antes de vir trabalhar para a câmara que os comunistas eram calões, devia estar a fazer piquete. puderá ele tirava outro ordenado em horas extraordinárias. mais um chulo armado em comuna.

Anónimo disse...

fiquei em casa, e vou receber AH!!!!!!!!!!!AH!!!!!!!!!!!!. já não me enganam.

Chico Pontes disse...

falsos comunistas.aceitam-se nomes.

Anónimo disse...

Onde está o MINISTÉRIO PÚBLICO????????????????????????

Minda disse...

Catarina:

O que se passou no dia da greve foi, de facto, muito grave, antidemocrático e ilegal.
Espero que as entidades judiciais actuem e a CMA seja punida.

Minda disse...

Antifascista:

Democracia? Mas onde é que ela está?
Esta atitude da CMA é social fascismo puro.
Um atentado à Liberdade.

Minda disse...

Belzebu:

A CMA fez as contas, com toda a certeza. Estas atitudes não são inocentes…

Minda disse...

João:

Dois processos entregues no Ministério Público?
Bem, com as ilegalidades que se estão a descobrir… esse número vai subir, ai se vai!
E novidades? Parece que surgem todos os dias…
Aguardemos pois. Almada está a mudar!

Minda disse...

Anónimo das 14h

As ilegalidades são tantas que, de facto, vamos ter um mega processo.
Espero é que não leve uma década a resolver.
Vamos ser insistentes. Não podemos deixar as coisas arrastarem-se.
Já chega! Agora há que agir e exigir.
Assim faremos.

Minda disse...

Em Almada:

Estes comunistas de Almada (melhor dizendo, estas pessoas que estão na CMA) são tudo menos comunistas. Pelo contrário…

Related Posts with Thumbnails