sexta-feira, 13 de julho de 2007

Retratos do quotidiano

Esta é uma fotografia captada em Cacilhas no início desta semana e serve como introdução do tema de hoje.

E como estou pouco inspirada (é do cansaço e do sono!) não vou tecer considerações sobre as várias leituras que daqui podemos tirar... a preguiça é tal que prefiro deixar esse papel a quem por cá passar. Responderei depois.

Ficam, apenas, estas palavras:

Do ponto de vista numérico, os Romenos representam a quarta comunidade de imigrantes em Portugal, após os cabo-verdianos, brasileiros e ucranianos. As últimas estimativas (finais de 2006) apontam para a existência, em Portugal, de 70 a 80 mil residentes romenos, dos quais apenas 28 mil estão legalizados.

«Na Roménia, em Portugal, Itália ou em Espanha, os ciganos romenos escapam ao mercado laboral; concentram-se no comércio ou vivem de expedientes para angariar esmolas. "Não sabemos quantos são, não são organizados (têm muitas associações, o que é mau sinal), têm uma mentalidade e valores próprios, resistindo muito à mudança", enumera o sociólogo Andrei Oisteanu, acrescentando que as dificuldades de integração levarão muito tempo a ser ultrapassadas.» (DN on-line, 13-11-2006).

Um bom fim-de-semana.

1 comentário:

cr.righetti disse...

BOA TARDE, MINHA BISAVO ERA CIGANA
DA ROMENIA, NO COMEÇO DO SÉCULO PASSADO MEU AVO COMPROU MINHA BISAVÓ QUE DANÇAVA NUMA COMUNIDADE CIGANA QUE PASSAVA PELA CLABRIA, CONVIVI MUITO POUCO TEMPO COM ELA, ERA MUITO FANTASTICA, E POSSIVEL IDENTIFICR A ORIGEM DELA
CARLOS RIGHETTI- 01137257222 RAMAL 2196-INSTITUTO BUTANTAN

Related Posts with Thumbnails